Brasil

Homem decepa dedos de idosa e leva-os ao banco pra fazer saque

Inquilino matou idosa e o marido; ele confessou o crime após abordagem policial

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O inquilino de um imóvel confessou à polícia ter matado e decepado quatro dedos da dona do local, Dionélia Giacometti, no último domingo (5), na cidade de Colorado do Oeste (RO). Ele teria levado os dedos da vítima para sacar dinheiro no banco. As informações são do G1 RO.

O marido de Dionélia, Eldon Mai, também foi morto. A Polícia Civil disse ao G1 que o inquilino relatou um vazamento na pia para atrair os idosos ao imóvel. Assim que Dionélia chegou, ela foi assassinada, após sofrer estrangulamento. Para roubá-la, o suspeito decepou os dedos da idosa.

"O inquilino fez torniquete no dedo indicador esquerdo e direito [da vítima], e também torniquetes nos dois polegares. Então ele usou uma faca e cortou os dedos de ambas as mãos", disse ao G1 o delegado Núbio Lopes.

O suspeito então colocou os dedos de Dionélia no bolso para tentar pegar o dinheiro em uma agência bancária de Vilhena (RO). No entanto, ele não conseguiu e voltou ao imóvel para matar o marido da idosa, que recebeu um golpe na nuca com um cabo de enxada.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) conseguiu localizar o suspeito, junto com a mulher e uma criança de dez anos em um carro. A mulher também teria participado do crime. O casal levou os agentes até o local que os corpos estavam enterrados e depois foram presos.