Brasil

Mulher descobre câncer agressivo na pele após sessão em manicure

Ao ver a linha em sua unha, a manicure orientou que ela procurasse um médico imediatamente

Agência O Globo

A história de uma americana que descobriu um câncer após uma sessão em uma manicure ganhou repercussão nas redes sociais nos últimos dias.

Há cerca de duas semanas, a manicure Lisa Harrison contou em sua rede que uma cliente chegou no salão de beleza em que trabalha com um linha preta no meio de uma das unhas. Ao questioná-la sobre a linha preta, a cliente disse que já havia frequentado alguns salões e que já haviam dito que poderia ser falta de cálcio, uma bolha de sangue ou até uma doença hereditária.

A cliente pediu que a manicure usasse um esmalte escuro para cobrir a marca. Ao ver a linha em sua unha, a manicure orientou que ela procurasse um médico imediatamente.

— Não queria assustá-la, mas disse que ela precisava falar com um médico imediatamente — escreveu Lisa.

Após a sessão no salão de beleza, a cliente procurou um médico e, depois da consulta, ligou para a manicure para contar que ela havia sido diagnosticada com um melanoma, o tipo de câncer mais agressivo na pele, e que já havia se espalhado para os nódulos linfáticos.

A manicure ainda usou as redes sociais para alertar outras pessoas sobre a importância de prestar atenção em sinais que possam aparecer em suas unhas.

— Por favor, preste atenção às anomalias nas suas unhas! As mudanças estranhas podem não ter nada com que se preocupar. Mas, por vezes, é uma indicação de uma doença muito grave. E por favor, fique de olho nas unhas, dedos dos pés e das mãos. O diagnóstico precoce pode fazer toda a diferença no mundo — relatou.