Brasil

Pai confesssa que matou o filho de dois anos afogado em bacia

Evaldo Christyan contou que cometeu o crime porque foi traído pela mãe da criança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na noite da última quinta-feira (19), um homem de 21 anos, identificado como Evaldo Christyan Dias Zenteno, foi preso e confessou ter matado o próprio filho, de dois anos, afogado em uma bacia. De acordo informações da polícia ao G1 Mato Grosso do Sul,  Evaldo Christyan contou que cometeu porque foi traído pela mãe da criança e "queria fazer ela sofrer".

Segundo o G1 MS, o homem foi preso na Santa Casa de Campo Grande após os médicos que atenderam o menino no hospital desconfiarem de situação de violência. Os funcionários da unidade de saúde contactaram a polícia, Evaldo mentiu sobre o caso inicialmente, mas depois confessou o crime.

Evaldo Christyan e o filho (Foto: reprodução)
A polícia contou ao G1 MS que Evaldo explicou que ligou para um amigo e contou que foi traído pela mãe do menino, uma jovem de 21 anos, e que queria fazê-la sofrer. O amigo aconselhou que ele matasse o filho.

Em depoimento, Evaldo falou que não tinha coragem de matar o filho e o amigo explicou que faria isso junto com outra pessoa. O pai então foi para casa e lá afogou a criança em uma bacia.

Inicialmente, ele tentou contar para polícia que o filho havia sido sequestrado e que como ele não pagou o resgate, os bandidos jogaram a criança em um rio e por isso ela se afogou.

Evaldo foi autuado em flagrante por homicídio. Ele teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia. O avô do menino também está preso.

Ainda segundo o G1 Mato Grosso do Sul, o pai de Evaldo já foi flagrado estuprando duas crianças de 6 e 9 anos, no  município de Aquidauana, região leste do estado. O caso aconteceu no dia 23 de junho de 2017.