Influenciadora, modelo e ativista, Belly Palma morre aos 29 anos, depois de engasgar


Foto: Reprodução / Instagram

A influenciadora, modelo, palestrante e ativistas pela causa das pessoas com deficiência, Belly Palma morreu na última segunda-feira, aos 29 anos de idade. Ela havia sofrido um engasgo na última sexta-feira (26), quando foi socorrida e levada para o hospital. Belly sofreu um parada cardiorrespiratória na ocasião e a morte encefálica foi confirmada três dias depois.

A informação foi divulgada por comunicado publicado em sua conta no Instagram, onde ela tinha pouco mais de 10 mil seguidores. Por lá, ela costumava postar conteúdos informativos sobre a causa da pessoa com deficiência.

Belly nasceu com mielomeningocele, uma má formação na medula espinhal. Com 9 horas de vida, ela passou por sua primeira e mais delicada cirurgia, depois foram outras 34 ao longo da vida. Ela fazia parte da Forbes Under 30, lista da revista que destaca brasileiros brilhantes de até 30 anos de idade.

“Hoje, como mulher cadeirante uso meu espaço para enaltecer a nossa luta, a das pessoas com deficiência através moda. Tive a sorte de ter uma educação inclusiva, estudando com pessoas sem deficiência, o que para mim foi um fator determinante para me aproximar do mundo exterior”, apresentava-se ela em seu site oficial.

A família informou que em breve divulgará informações sobre velório e sepultamento.

Leia mais sobre Brasil em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias