Brasil

Integrantes de banda são suspeitos de estupro e morte de jovem

Câmeras de segurança do evento mostram vítima subindo em ônibus do grupo, mas não exibem saída dela

Redação iBahia
18/05/2016 às 16h59

2 min de leitura
Integrantes da banda gaúcha Safira estão sendo investigados pelos crimes de estupro e assassinato de uma jovem de 19 anos, no Paraguai. Segundo o ‘G1 RS’, autoridades policiais e o MP do país vizinho afirmam que existem evidências que colocam os músicos como suspeitos do crime. O corpo da jovem foi encontrado no dia 8 de maio em um bueiro de esgoto.O grupo foi contratado para tocar em evento da cidade de Santa Ria, localizada a cerca de 75 quilômetros da Foz do Iguaçu, no Paraná. A vítima, identificada como Jessica Lovato de Oliveira, trabalhava como promotora do evento.

Foto: Reprodução/ Facebook

De acordo com o MP, a jovem morreu em decorrência de asfixia por estrangulamento e fratura cervical. Ela também apresentava sinais de ter sido estuprada.Em nota, o órgão afirma que as suspeitas que os músicos têm envolvimento no caso apareceu após imagens das câmeras de segurança mostrarem o momento em que Jessica sobre no ônibus da Safira. Porém, os vídeos não mostram a saída da vítima do veículo.Em rede social, o grupo se manifestou e negou o caso: “O Grupo Safira com mais de 30 anos de história limpa se declara inocente das acusações das redes sociais e as investigações da justiça do Paraguay vão provar que o componente do Safira é inocente”.