Brasil

Logo do governo Temer recebe críticas e sofre modificação

Marca utilizava bandeira da época da ditadura militar e criador afirmou que "ainda não estava pronta" quando foi divulgada

Redação iBahia
17/05/2016 às 15h57

2 min de leitura
A logo do governo Michel Temer, que assume interinamente a presidência da República durante o processo de investigação de Dilma Rousseff, sofreu críticas após o seu lançamento e passou por modificações. O desenho conta com o centro azulado e estrelado da bandeira brasileira. No entanto, a imagem usa como base a bandeira utilizada no país entre 1960 e 1968.A bandeira atual do Brasil conta com 27 estrelas – representando os estados e o Distrito Federal -, diferente da época da Quarta República (1946-1964) e do início da ditadura militar (1964-1985), que contava com 22 estrelas.

Bandeira de logo do governo Temer causou polêmica (Fotos: Divulgação)

Segundo informações do jornal ‘Folha de S. Paulo’, o publicitário Elsinho Mouco, responsável pela identidade visual do atual presidente, afirmou que a marca se tratava “de um layout” e “não estava finalizada”.Depois da polêmica, a marca final ganhou as cinco estrelas que faltavam e que três empresas selecionadas pela Secom serão responsáveis pelo layout, de acordo com o colunista Gerson Camarotti.Filho de TemerO publicitário também negou que a escolha da logo do governo teria sido feita por Michelzinho, filho de 7 anos do presidente em exercício. “Uma maldade, é claro que ele não escolheu. Apenas comentei com o presidente sobre a euforia de uma criança ao ver um desenho e como isso poderia representar algo simbólico sobre a decisão”, contou ele à ‘Folha’.