Manifestantes pedem impeachment de Dilma, em São Paulo


Manifestantes se reuniram na tarde deste sábado, na Avenida Paulista, uma das mais importantes vias da cidade de São Paulo para protestar contra a reeleição de Dilma e pedir seu impeachment. Alguns mais exaltados pediam também intervenção militar no governo.Um dos ícones da marcha anti-Dilma, o cantor e compositor Lobão, chegou ao protesto com uma camisa escrita democracia. No entanto, o artista, que prometera ir embora do país, caso a presidente se reelegesse, saiu da manifestação por não apoiar a intervenção militar, um dos pedidos do movimento.

Também estiveram presentes no ato contra a presidente, o candidato a vice derrotado, o senador pelo PSDB Aloysio Nunes, que apoiou a investigação dos casos de corrupção e punição dos envolvidos. Brasília
Na capital federal também houve protesto na tarde deste sábado. Dezenas de manifestantes se reuniram em frente ao Congresso Nacional pedindo o impeachment da presidente Dilma. Parte dos presentes saiu em marcha para a rodoviária da cidade e outra se manteve em frente ao Congresso. Alguns cartazes de manifestantes também continham mensagens pedindo intervenção militar, no entanto, organizadores do protesto afirmaram ser a favor da manutenção da democracia.

Veja também: