Polêmica na web

Médico que publicava vídeos de sexo com pacientes no consultório é alvo de investigação do CRM-DF

Caso se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter

Redação iBahia
25/05/2022 às 14h21

2 min de leitura
Foto: Reprodução/ Twitter

O Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) investiga um médico infectologista que atende em Brasília por compartilhar em suas redes sociais, imagens fazendo sexo com pacientes dentro de uma clínica da cidade.

“O CRM-DF investigará a denúncia através de uma sindicância. O procedimento correrá em sigilo para verificar se há indícios de infração ética”, informou em nota.

O caso ganhou repercussão após uma matéria do site Metrópoles, e se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter, colocando o termo “Doutor Peludo” nos trendings topics.

Identificado como Lino Neves, o médico infectologista se apelidou de ‘PeludoAN’ na rede social que contava com quase quatro mil seguidores e exibia registros explícitos de sexo com os pacientes e enfermeiros. O AN no nome é uma referência a Asa Norte, bairro de Brasília.

“Não permitido para menores de 18 anos. Informação sobre saúde sexual, Prep e aventuras e um médico infectologista. Consultório me dá um tesão da p*rr*”, dizia a biografia do perfil do rapaz.

De acordo com o g1, o médico está em situação regular e tem inscrição no conselho de Brasília desde julho de 2019. Antes disso, o infectologista já passou por consultórios do Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo.

Leia mais sobre Brasil no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias