Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > brasil
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Recuperação

Romário se pronuncia pela primeira vez após internação no Rio

Ex-jogador e senador foi internado às pressas após passar mal na última quinta-feira (13)

Redação iBahia • 16/07/2023 às 10:41 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Romário se pronuncia pela primeira vez após internação no Rio
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Romário se pronunciou pela primeira vez após ser internado às pressas em um hospital no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (13). Pelas redes sociais, o ex-jogador tranquilizou os fãs e confirmou o diagnóstico de infecção gastrointestinal.

"Fala, galera. Essa semana fui internado para tratar de uma infecção gastrointestinal. Passei mal em casa e estou em tratamento no hospital. Graças a Papai do Céu, o tratamento tem dado resultado é já já estarei 100% de novo. Agradeço a todos pela preocupação e boas energias enviadas. Deus no comando!", escreveu o Senador.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Na noite de sábado (15), a assessoria de impresa do Hospital Copa D'Or, onde Romário está internado em observação, emitiu um bolétim médico sobre o quadro do ex-jogador.

Segundo a noite, Romário apresentou melhora nas últimas 24 horas e permanece com "antibioticoterapia intravenosa", acompanhado dos familiares.

"O senador Romário de Souza Faria encontra-se internado no Hospital Barra D Or, desde a noite de 13 de julho de 2023, com quadro de infecção intestinal. Nas últimas 24 horas apresentou melhora do quadro clinico. Permanece com antibioticoterapia intravenosa, em companhia de seus familiares. Emitido pelo Médico Assistente", dizia o boletim.

Em 2021, Romário precisou ser submetido a uma cirurgia de emergência para a retirada da vesícula.

O ex-jogador, que passou por diversas mudanças desde a descoberta da diabetes em 2011, chegou a fazer uma cirurgia bariátrica para controlar a doença.

O procedimento causou polêmica. Na época, o debate sobre a eficácia da intervenção era intenso, já que a cirurgia era realizada em caráter experimental e não era reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS).

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM BRASIL :

Ver mais em Brasil