‘Marte Um’ é escolhido pelo Brasil para concorrer a indicação ao Oscar de melhor filme internacional


Foto: Divulgação

A decisão foi tomada por uma comissão indicada pela Academia Brasileira de Cinema. Outros cinco filmes estavam na disputa: “A mãe”, de Cristiano Burlan; “A viagem de Pedro”, de Laís Bodansky; “Carvão”, de Carolina Markowicz; “Pacificado”, de Paxton Winters; e “Paloma”, de Marcelo Gomes.

“A escolha de ‘Marte um’ para representar o Brasil no Oscar 2023 foi uma decisão democrática e importante do júri. O filme trata de afeto e de esperança, da possibilidade de seguir sonhando em meio a tantas dificuldades econômicas e políticas. ‘Marte um’ sintetiza bem o cinema brasileiro, com qualidade narrativa e técnica, que vem sendo realizado hoje, representando a diversidade do país”, disse Bárbara Cariry, presidente da comissão responsável pela escolha, em nota divulgada à imprensa.

Exibido no Festival de Sundance e premiado em Gramado, “Marte um” é o primeiro longa solo dirigido por Gabriel, que codirigiu com Maurilio Martins o elogiado “No coração do mundo” (2019), exibido no Festival de Rotterdam. O novo filme é fruto do primeiro e último edital afirmativo, voltado para realizadores negros.

O filme conta a história de Deivinho, um garoto de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, que é tratado pelo pai como um futuro talento do futebol, sendo a aposta da família para dias melhores. O jovem, no entanto, sonha em ser astrônomo e participar de uma missão colonizadora em Marte, em 2030.

A comissão que definiu o representante nacional contou com 19 profissionais do mercado audiovisual nacional, dentre cineastas, atores, produtores, críticos, dentre outros. Formaram o time:

André Pellenz (diretor), Barbara Cariry (produtora), Cavi Borges (diretor), David França Mendes (diretor), Eduardo Ades (diretor), Guilherme Fiuza (produtor), Jeferson De (diretor), João Daniel Tikhomiroff (diretor), João Federici (curador), José Geraldo Couto (crítico), Juliana Sakae (documentarista), Marcelo Serrado (ator), Maria Ceiça (atriz), Patricia Pillar (atriz), Petra Costa (diretora), Renata Almeida (produtora de eventos), Talize Sayegh (diretora), Waldemar Dalenogare Neto (pesquisador) e Zelito Viana (diretor).

A cerimônia do Oscar 2023 está prevista para 12 de março.

Leia mais sobre Cinema em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.