Cinema

Coisa de Cinéfilo apresenta lista de comédias românticas para você se apaixonar neste Dia dos Namorados; confira

Simplesmente Amor e Questão de Tempo são alguns longas da lista. Confira!

Marcela Gelinski
11/06/2022 às 18h00

5 min de leitura

Estamos em completo clima de Dia dos Namorados por aqui no Coisa de Cinéfilo! E com todo esse tom de amor no ar, resolvemos fazer um especial sobre as melhores comédias românticas para você se apaixonar pelo mozão (verdadeiro ou fictício) novamente.

E uma boa comédia romântica tem que ter o quê? Comédia e romance na medida certa. Parece redundante dizer isso, mas o fato é que a fórmula é bem simples e requer uma dose de equilíbrio para ser bem-sucedida. Ao mesmo tempo que queremos rir com os protagonistas, também precisamos nos apaixonar por eles.

Foto: Reprodução

Para isso, amigos animados ajudam muito, colocando o personagem e o espectador para cima. Um problema no meio do caminho do casal, que pode separá-los. Um “vilão” simples, que às vezes é apenas uma mentira. Uma corrida de aeroporto no final do filme. A trilha sonora que toca nossa alma. Tudo isso favorece o espectador a se apaixonar. E é justamente isso que esperamos de comédia romântica.

Confira a nossa lista e se apaixone pelos longas!

5 – O Amor Não Tira Férias – Netflix, Telecine Play, Globoplay e Star+

Ô filme gostoso de assistir! Neste longa, Kate Winslet e Cameron Diaz se unem através de um ponto em comum: a desilusão amorosa. Depois que resolvem trocar de casas pelo período de festas de fim de ano, elas começam a descobrir um novo mundo e conhecer novas pessoas. O que era para ser um retiro de descanso do amor, acaba se tornando a descoberta deste verdadeiro sentimento. O longa nos oferece casais fofos, com Jack Black e Jude Law na jogada, cenas românticas e graciosas, além de uma fotografia muito bonita. Não tem como ficar fora da lista!

4 – 10 Coisas Que Eu Odeio em Você – Disney+

Casal adolescente que se odeia mas depois se ama? AMAMOS! E é bem por aí que a história deste filme vai. Uma menina desesperada para namorar descobre que só vai ter essa autorização do pai caso a sua irmã mais velha também namore. Só que a garota tem um temperamento fortíssimo e ninguém quer conta. O menino que é apaixonado pela irmã mais nova resolve, então, pagar para um dos bad boys do colégio seduzir a “megera” mais velha. O longa nos oferece o casal Heath Ledger e Julia Stiles que tem uma química incrível, proporcionando cenas inesquecíveis como a que ele canta no treino e a que ela lê a lista de coisas que odeia nele.

3 – Simplesmente Amor – Apple TV

Este é um filme com várias histórias acontecendo ao mesmo tempo e falando sobre uma temática principal: o amor. Um ótimo roteiro criado por Richard Curtis, também responsável pelos próximos dois longas desta lista (será que amamos este homem? Com certeza!). Simplesmente Amor consegue conectar todas as suas histórias paralelas de maneira muito suave e certeira. São casais interessantes e improváveis, que nos conquistam cada um de sua forma. A paixão de momento, a madura, a juvenil, a corriqueira, a desilusão. Tudo isso envolto em mais um clima delicioso de se ver em cena, que é o natalino. É para rir, chorar, se apaixonar e terminar o filme efetivamente acreditando no amor.

2 – Questão de Tempo – Prime Video e Star+

Questão de Tempo é um dos que possui o roteiro com maior diferencial desta lista. O protagonista vivido por Domhnall Gleeson descobre a capacidade de voltar no tempo, uma habilidade que herdou do pai, vivido por Bill Nighy. Ele então decide que vai encontrar o amor de sua vida e viver uma linda história. Se depara com Rachel McAdams no meio do caminho e as coisas começam a acontecer a partir daí. O filme fala muito mais do que o amor romântico. Ele trata do amor familiar, tornado os parentes muito próximos e presentes na trama. Tem uma fotografia belíssima e um casal que nos oferece cenas de tirar o fôlego. Vale a pena demais conferir!

1 – Um Lugar Chamado Notting Hill – Telecine Play, Globoplay, Star+ e Paramount+

O rei dos filmes de comédia romântica só poderia ser Um Lugar Chamado Notting Hill. Sabe aquele combo inicial que eu falei que é importante para o gênero? Amigos legais, vilão simples, corrida para encontrar o amor no final das contas, trilha sonora que toca a alma. Tudo isso nós temos em Notting Hill e de uma maneira maravilhosa. A construção do amor de Anna e William é tão cuidadosa em cena que o espectador efetivamente se apaixona por eles. São emoções sinceras, embalados por músicas maravilhosas e cenários incríveis. É o tipo de filme que a gente indica para aquela pessoa que diz que amor verdadeiro não existe. Difícil terminar de assistir esse longa sem se apaixonar. Além de rir com as piadas sarcásticas, choramos de emoção pelo casal principal. E temos ainda o combo de Julia Roberts com Hugh Grant, que além de terem uma química incrível, são responsáveis por fazer a gente chorar e se apaixonar o tempo todo (vide Uma Linda Mulher e Quatro Casamentos e Um Funeral). Se ainda não assistiu, CORRE!!!

Leia mais sobre Cinema no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias