Carreira

Autoconfiança profissional: essa habilidade é essencial para evoluir na carreira; veja dicas

Se você não acredita do que você é capaz, quem vai acreditar? Ter autoconfiança é necessário para se manter proativo e apresentar resultados na trabalho

Cristiano Saback
18/07/2022 às 8h00

4 min de leitura
Foto: Reprodução

A autoconfiança profissional é bastante requisitada no mercado de trabalho, até porque está relacionada à segurança na tomada de decisões e, também, é óbvia a sua necessidade para as conquistas durante a nossa carreira. Mas como despertá-la e fazer a sua manutenção?

Pois é, na nossa vida profissional encaramos frustrações, decepções e imprevistos. E em muitas situações ficamos frágeis, quase incapazes de enxergar uma saída. Eu disse QUASE! Porque a autoconfiança é uma habilidade viável para todos nós, mas a sua construção e manutenção é muito particular, varia de pessoa para pessoa.

Temos que acionar outras habilidades que alicerçam a autoconfiança, 02 bastante importantes são a resiliência e a inteligência emocional. Ambas muito requisitadas e avaliadas por empresas na hora de uma contratação ou uma promoção. Mas não espere por um desafio, para entender a necessidade da autoconfiança. Sim, isso depende de você. Afinal, a gente conhece aquela máxima, né: se você não acredita que você mesmo(a), quem vai acreditar?

Existe muita gente que ao invés de buscar uma solução, fica esperando por ela. Lamentar e procurar pessoas que apoiam a sua choradeira, só vai alimentar ainda mais o seu desânimo profissional. Qual foi a última vez que você se desafiou a fazer algo que sempre achou incapaz de fazer? O que você tem feito para aprimorar as suas habilidades profissionais?

Então preste atenção nessas 06 dicas para AUTOCONFIANÇA PROFISSIONAL:

01 – Quando receber um elogio, aceite, agradeça. Esqueça aquele costume que temos em dizer: ah! Imagina. O que é isso? Não precisa exagerar.

02 – Para criar autoconfiança, você tem que desafiar a si mesmo(a). Aquilo que você vem adiando, achando que não é capaz, dê um prazo para que você entre em ação e realize. Pare de empurrar tudo com a barriga. O que alimenta a autoconfiança é ação, é se manter em movimento.

03 – A sua autoconfiança depende da maneira como você se vê, depende da forma como você se percebe. Então faça um mapeamento da sua evolução profissional e das suas conquistas. Aproprie-se dos resultados que você produz com as suas escolhas e ações. Isso irá lhe ajudar a se posicionar de forma mais assertiva profissionalmente.

04- Pare de escutar pessoas que sempre lhe colocam pra baixo. Às vezes, o comentário é até de ordem pessoal, o que também afeta a nossa autoconfiança profissional.

05 – Não adianta insistir naquilo que você já sabe que não vai dar certo. Aliás, dar murro em ponta de faca não vai lhe levar a lugar algum e isso você já sabe. Aposte em atividades físicas, músicas, leitura, amigos e outros gatilhos que impulsionem a sua autoconfiança.

06- Construir e manter a autoconfiança exige uma energia imensa. Um dos melhores exercícios para isso está em enfrentar um medo que a maioria de nós tem: falar em público. Esse é um daqueles desafios que dá frio na barriga e que desperta o medo de ser julgado pelos outros. Aprender a lidar com essas sensações é uma forma de autoconhecimento e, também, de alimentar sua autoestima.

Siga essas dicas! Aí você vai começar a entender que está no caminho certo para dar a volta por cima e restabelecer a confiança em si mesmo(a)

Leia mais sobre Gestão e Carreira no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias