Um bom ambiente de trabalho: de quem afinal é essa responsabilidade? Veja na reportagem


Foto: Reprodução

A área de recursos humanos vive cheia de demandas, reclamações, opiniões e sugestões. E como tenho contato com profissionais dessa área, bem sei o tanto de programas que eles tentam implementar para auxiliar na criação e manutenção desse ambiente saudável.

Para evitar a criação de ambientes de trabalho tóxicos, dois pontos importantes a serem desenvolvidos pelos bons profissionais são a comunicação e qualidade nas relações interpessoais. As empresas estão cada vez mais de olho nisso. E claro que fazer essa manutenção exige um investimento de ideias e financeiro, seja por parte do profissional ou da empresa.

Mas mesmo que a empresa invista em seus profissionais, seja através de capacitação e motivação, cabe a cada um levar adiante a responsabilidade de colaborar na criação e manutenção do bom ambiente de trabalho. Afinal, nada melhor do que trabalhar num lugar onde as pessoas privilegiam o entendimento e as soluções ao invés de focarem em conflitos e problemas.

Então preste atenção nessas 03 dicas para UM BOM AMBIENTE DE TRABALHO:

  • 01 – A comunicação é a chave para as boas relações interpessoais no trabalho. 
  • 02 – É importante promover mais a colaboratividade do que a competitividade.
  • 03 – Investir em capacitação! Palestras e treinamentos comportamentais motivam líderes e liderados, estimulam a criatividade, relações saudáveis e evitam a criação de um ambiente tóxico.

Quanto mais vivemos na teimosia de estarmos certos sempre, de impormos as nossas opiniões e desvalorizarmos o trabalho do outro; tudo o que mais queremos para construir o equilíbrio no trabalho, acaba indo por água abaixo.

Leia mais sobre Gestão e Carreira no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: