De R$ 146 mil a R$ 1 milhão: saiba quanto custa ter carro elétrico no Brasil


Modelo elétrico da Nissan, o Leaf é vendido por R$ 293.000 / Foto: Divulgação

Os carros 100% elétricos já são uma realidade no Brasil. Os veículos deste tipo contribuem para a redução das emissões de gases e da poluição sonora, mas apesar das vantagens, uma barreira faz com que ele não seja uma possibilidade para muita gente: o preço.

Apesar da busca por carros elétricos ter crescido 23% no Brasil no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2021, segundo o portal Webmotors, o alto preço ainda dificulta que este tipo de veículo seja mais atrativo para o consumidor brasileiro.

No país, vários modelos de carros elétricos passaram a ser vendidos em 2022. Atualmente, o carro desta categoria mais barato vendido no Brasil é o Renault Kwid E-Tech, que é vendido por R$ 146.990 – mas que pode ficar ainda mais caro se for acrescentados outros itens.

A Chery tem a opção elétrica Arrizo 5e, que sai por R$ 159,90. Há opções também da JAC, da Renault, Fiante, Peugeot e Nissan.

As versões mais caras de veículos são da Audi, Porsh e Mercedes, que custam mais de R$ 1 milhão cada. Confira abaixo os valores de cada carro vendido no Brasil:

ModeloPreço
Renault Kwid E-TechR$ 146.990
Chery Arrizo 5eR$ 159.900
JAC e-JS1R$ 159.990
JAC e-JS1 eXTR$ 179.900
JAC iEV40R$ 189.900
Renault Zoe ZenR$ 204.990
Renault Zoe IntenseR$ 239.990
Fiat 500 elétricoR$ 239.900
Mini Cooper SER$ 248.850
JAC e-JS4R$ 249.900
JAC e-J7R$ 259.900
Peugeot 208 e-GTR$ 264.675
Nissan LeafR$ 292.250
Volvo XC40 Recharge Plus P6R$ 309.950
Chevrolet Bolt EVR$ 329.000
R$ BMW i3R$ 339.90
Citroën e-JumpyR$ 329.990
Peugeot e-ExpertR$ 329.990
JAC iEV330pR$ 369.990
Volvo XC40 RechargeR$ 409.950
Volco C40 RechargeR$ 419.950
JAC iEV750VR$ 469.900
BYD Tan EVR$ 515.890
JAC iEV750 VipR$ 529.900
Porsche TaycanR$ 583.063
Audi e-tron PerformanceR$ 609.990
Jaguar i-Pace BlackR$ 628.950
Mercedes-Benz EQC 400R$ 629.900
Audi e-tron Sportback PerformanceR$ 639.990
Audi e-tron Performance BlackR$ 649.990
BMW iX xDrive40R$ 654.950
Porsche Taycan 4SR$ 659.000
Jaguar i-Pace SER$ 678.950
Audi e-tron Sportback Performance BlackR$ 679.990
Porsche Taycan Cross Turismo 4R$ 685.000
BMW iX xDrive50R$ 799.950
Porsche Taycan GTSR$ 805.000
Audi e-tron S SportbackR$ 839.990
Porsche Taycan TurboR$ 909.000
Audi RS e-tron GTR$ 1.025.990
Porsche Taycan Turbo SR$ 1.079.000
Mercedes-AMG EQS 53 4MATIC+R$ 1.400.000

Carro híbrido x carro elétrico

Foto: Canva Fotos

O carro elétrico funciona totalmente via baterias feitas de íons de lítio – ou seja, são completamente elétricos. Esse tipo de carro deve ser reabastecido por uma fonte externa de energia elétrica.

Já os modelos híbridos possuem tanto o motor elétrico quanto um motor convencional à combustão. Em alguns modelos híbridos, o moto eletrético apenas auxilia nas partidas e não tem como função mover o veículo. Em outros casos, pode servir como motor principal, sendo uma bateria recarregada pelo motor à combustão.

Dentro do universo dos veículos híbridos, há as versões leves, plug-in e completos. Confira a diferença entre eles:

  • Híbrido leve

Em vez de um motor elétrico que consegue movimentar sozinho as rodas, um carro híbrido leve tem um pequeno gerador elétrico que também serve como alternador.

Este tipo de carro pode ser uma boa opção para quem usa o carro principalmente na cidade e não quer gastar mais dinheiro em um híbrido completo. Os híbridos leves ajudam a poupar um pouco de dinheiro com combustível e poluem um pouco menos.

  • Híbrido Plug-in

Os híbridos plug-in ou plugáveis também têm dois motores, a combustão e o elétrico, assim como os híbridos completos. A diferença, no entanto, está em um cabo que liga sua bateria à tomada na parede, ou em um ponto de recarga. Neste caso, o carro tem a bateria completamente recarregada.

  • Híbrido elétrico

Esses carros têm um, dois ou até três motores elétricos que trabalham em conjunto com o motor a combustão interna. Eles também têm tração elétrica, que pode ser independente, portanto estão num estágio superior ao dos híbridos leves.

No entanto, diferentemente do híbrido plug-in, esses carros não podem ser carregados na tomada.

Leia mais sobre Autos no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.