Cartagena: conheça destino colombiano queridinho dos brasileiros


Foto: Acervo Erick Issa

A alegria, característica inerente do povo colombiano, parece ficar ainda mais latente em Cartagena. Destino turístico caribenho, cada vez mais procurado por brasileiros, esse lugar encanta o visitante com suas belezas culturais, históricas e naturais. E nem só de praia vive Cartagena, afinal, o maior charme por aqui é aproveitar o que a Cidade Amuralhada tem de melhor a oferecer. Vamos às dicas!

Como chegar

Assim como em San Andres, nosso destino do mês passado, para viajar a Cartagena não é preciso sequer passaporte, afinal Colômbia e Brasil fazem parte do Mercosul, o que permite que os viajantes embarquem com o RG. Esteja atento ao fato de que se o seu voo tiver conexão em um país que não faz parte do Mercosul, a exemplo do Panamá, aí sim você precisará de passaporte.

Para chegar a Cartagena, o visitante tem como opção os voos que saem de São Paulo com Avianca ou Latam, com conexão em Bogotá, ou com a Viva (companhia low cost) com conexão em Medellin. Essa última companhia tem oferecido preços bem atrativos, mas vale pesquisar, afinal, por ser low cost, tudo é pago, a exemplo de comida e bagagem.

Foto: Divulgação

Você pode, inclusive, voar até Medellin ou Bogotá com uma das companhias áreas citadas e escolher outra companhia para o trecho interno, caso essa opção esteja mais vantajosa financeiramente. Isso permite que você, de repente, estique sua viagem em Bogotá ou Medellin para conhecer o que essas cidades têm de melhor a oferecer ao turista. Também é possível voar a San Andres, conhecer a ilha, seguindo depois em outro voo até Cartagena. Nossa dica é que tente combinar os dois destinos. Vale super a pena conhecê-los.

Onde se hospedar

Cartagena tem três bairros onde é possível se hospedar, mas recomendamos que prefira estar em um hotel dentro da Cidade Amuralhada, onde Cartagena acontece. Nessa parte da cidade, você vai conseguir conhecer os principais pontos turísticos a pé. Além de ter uma infinidade de lojas e restaurantes, o que fará você se sentir em um verdadeiro passeio gastronômico, afinal as opções são muitas e os sabores também.

Além da Cidade Amuralhada, há ainda a opção de se hospedar em um dos pequenos bairros em seus arredores, que compõem o Centro Histórico, ou no mais moderno Bocagrande, que fica à beira-mar, além de contar com prédios modernos que abrigam hotéis mais luxuosos. Pesquise o que for melhor para o seu bolso, mas lembrando que o agito de Cartagena está dentro dos muros. Caso se hospede em Bocagrande, por exemplo, terá que pegar táxi algumas vezes durante a viagem.

Foto: Acervo Erick Issa

Transporte

A melhor maneira de se locomover em Cartagena é de táxi. Assim como em San Andres, não há taxímetro. O preço deve ser combinado antes de entrar no veículo. Embora tenha Uber na cidade, o serviço de táxi é abundante, além de ser muito barato. Todas as vezes que pegamos táxi da cidade murada para algum ponto turístico ou shopping fora dos muros, o preço combinado com os taxistas variava entre 10.000 e 12.000 pesos colombianos, o que equivale, na cotação atual, a algo em torno de R$ 11 e R$ 13.

O táxi com valor mais elevado que pegamos foi do aeroporto para a cidade e vice-versa, que custaram, respectivamente, 17.000 e 25.000 pesos colombianos, o que ainda é barato se levarmos em consideração que nossa moeda é valorizada nesse país sul-americano. Só não se esqueça de perguntar o preço antes. Se achar que está muito caro, agradeça e procure outro taxista.

Foto: Acervo Erick Issa

Não recomendamos alugar carro, principalmente se for se hospedar na cidade murada, onde as ruas são apertadas e é quase impossível achar lugar para estacionar o veículo. Outra coisa importante é que ônibus não circula dentro dos muros, então prefira andar de táxi, que, conforme dissemos, é um transporte barato e seguro em Cartagena. Para turistas mais ávidos por conhecer a cidade, uma boa opção é o famoso ônibus turístico vermelho.

O que fazer

Embora Cartagena seja cercada pelo mar, não é aqui que estão as melhores praias da região. Para curtir o mar do caribe, você vai precisar fechar o passeio com uma agência. Para chegar nas praias mais concorridas desse destino será preciso pegar uma embarcação em um dos pontos de partida da cidade.

As praias mais concorridas são Playa Branca e o Arquipélago de Rosário. Os passeios até Playa Blanca costumam ser mais acessíveis se comparado com Rosário, porém as praias ficam lotadas, o que pode ser um incômodo, principalmente se estiver viajando só, afinal não é recomendável deixar seus pertences na faixa de areia enquanto aproveita o mar.

A dica é que faça um passeio até um beach club de Rosário. Além da experiência mais personalizada e privativa, você conseguirá desfrutar melhor do mar caribenho sem tantas preocupações ou multidões como no caso da Playa Blanca. Um dos passeios que nos recomendaram foi até o beach club Gente Del Mar. Nesse caso, é possível fechar o passeio, que eles chamam de Pasadia (Day Use), com o próprio empreendimento, sem precisar de uma agência para intermediar. É um passeio de dia inteiro, que inclui transporte e alimentação. Em novembro deste ano, o valor saía por 270.000 pesos colombianos por adulto (R$ 302).

Foto: Acervo Erick Issa

Caso não queira investir esse valor em um passeio, você pode aproveitar as praias de Bocagrande. Embora não tenham a cor azul caribe, é possível curtir essa praia que fica nos arredores da cidade murada.

Na Cidade Amuralhada, caminhe, sem esquecer o sombreiro (chapéu), e faça boas fotos em pontos como a Torre do Relógio e o Café del Mar. Se você gosta de doces, a parada obrigatória é no Portal de Los Dulces. Com o calor característico de Cartagena, não vai faltar sorveteria para você se refrescar. Lembre de beber água e se hidratar.

Dois passeios característicos são para o Castelo de San Felipe de Barajas e o Convento Santa Cruz de La Popa, sendo que este último oferece uma visão privilegiada da cidade, com sua construção datada de 1607. Já o castelo foi construído entre 1536 e 1637, considerado a maior construção dos espanhóis na América. A entrada no castelo custa em torno de R$ 30.

Não deixe de visitar as igrejas locais. São várias, a exemplo da Igreja São Pedro Claver e a Catedral de Santa Catalina. Outras paradas para o seu roteiro são praças e ruas, como Plaza Bolivar, Plaza de La Trinidad, Santo Domingo Square, Las Bóvedas, Calle de Las Sombrillas, Plaza de los Coches e Plaza de la Aduana.

Foto: Divulgação

O que você precisa saber é que Cartagena é repleta de cores e sabores, então desfrute cada momento vivido. Até mesmo se sentar no meio fio e tirar uma foto com as casinhas coloridas e floridas tem seu lugar por aqui. Outro passeio à disposição dos visitantes é o de Chiva, que é uma espécie de ônibus parecido com os utilizados pela carreta furacão nos tradicionais passeios na orla de Fortaleza. Animação é o que não vai faltar.

Em Cartagena, você verá em cada esquina as Palenqueras, que são senhoras que vendem frutas na Cidade Amuralhada com seus vestidos com as vivas cores da bandeira da Colômbia. Alguns turistas gostam de tirar fotos com as senhoras que cobram um valor simbólico para aparecer no registro do visitante.

E aí, gostou do destino do mês? Já se sente preparado para desfrutar das belezas de Cartagena? Para essas e outras dicas, acesse a página ibahia.com/issabordo. Boa viagem!

Leia mais sobre IssaBordo no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.