Salvador capital afro


Foto: Divulgação

Vai ser lançado nesta quinta-feira, no Espaço Barroquinha o Programa Salvador Capital Afro. O objetivo principal é fortalecer o turismo étnico afro na capital baiana, a cidade mais negra do Brasil. Há quem diga a África é aqui. A herança dos nossos ancestrais está presente em tudo: na gastronomia, na religiosidade, na moda… enfim, tudo nos remete ao continente africano. O slogan define bem isso: “Salvador não é África, mas a África faz parte da gente’’. E como faz !!!

Compositor faz música e lança campanha para endometriose

Foto: Divulgação

O compositor David Salles vai lançar na próxima semana a campanha “JUNTAS NUMA SÓ VOZ’’. A iniciativa é para chamar a atenção para a endometriose, uma doença pouco conhecida, que afeta o útero e pode causar infertilidade nas mulheres. Davi compôs e doou um jingle e um clipe falando do sofrimento das mulheres vítimas da doença, que costuma causar dores e impossibilita muitas delas de ter uma vida normal. A campanha vai estar nas redes sociais e em todas as plataformas.

O que for angariado será encaminhado para a ONG Amo Acalentar, que acolhe mulheres com endometriose. Segundo o compositor, só na família dele tem quatro casos. Muitas mulheres sofrem com a doença e nem sabem. Recentemente a cantora Anita divulgou sofrer com a doença. Um dos sintomas são fortes dores no período menstrual. David Salles, é autor de várias canções gravadas por Ivete Sangalo, Saulo, Banda Asa de Águia, Cheiro de Amor e outros. Isso é o que se chama responsabilidade social. Vamos colaborar também!

UMA HOMENAGEM AO MESTRE KING

Tá existindo um movimento na cidade liderado por algumas pessoas da negritude empenhadas que a FUNCEB – Fundação Cultural do Estado da Bahia – passe a se chamar Escola de Dança Mestre King. O dançarino batizado como Raimundo Bispo dos Santos, mas conhecido como Mestre King, foi o primeiro homem na América Latina a fazer vestibular para dança. Passou e se formou na Escola de Dança da UFBA – Universidade Federal da Bahia. Mestre King fez história.

Pioneiro da dança afro, ele formou várias gerações de profissionais, muitos dos quais vivem fora da Bahia. Nós devemos muito ao artista que não está mais entre nós. Mestre King morreu em 2018. Grandes dançarinos como Zebrinha, Augusto Omolú e Paco Gomes foram alunos do Mestre.

CORTEJO  AFRO JÁ ESCOLHEU O TEMA DO CARNAVAL    

Cortejo afro já escolheu o tema para o carnaval de 2023. É “Cortejo 25 anos de resistência”.           O diretor Alberto Pita, criador do bloco, vai fazer uma retrospectiva desses vinte e cinco anos de carnaval. O Cortejo, nascido no Bairro de Pirajá, já homenageou nomes como Caetano Veloso, com o tema ‘’Outras palavras’’. O imortal Gilberto Gil também inspirou Pita, em 2017,  quando o‘’Cortegil – Um Canto de Afoxé para Gilberto Gil’’ passou bonito na avenida. O artista plástico surpreende a cada ano com os temas que aborda. O Cortejo é elegantemente sofisticado.

BEL BORBA ASSINA O CENÁRIO DO LALATA  

A convite de Carlinhos Brown, o artista plástico Bel Borba vai criar o cenário do II LALATA – II Festival Internacional de Percussão, a ser realizado de 23 a 25 de setembro deste ano, no Candyall Guetho Square. Pela primeira vez,  Bel vai criar um cenário para um festival. É um desafio e uma honra – diz ele – principalmente porque a comunidade é o foco, o alvo, a inspiração.

A diretora executiva da PRACATUM, Selma Calabrich, pediu que ele se inspirasse no povo do Candeal. Bel pensa em fazer um palco com recortes vazados  e transparências  para que o público veja o show de onde estiver. Já estou louca para ver o palco girando em torno do espaço. Isso vai dar a impressão que não existe fundo do palco. A iluminação cenográfica é de Marcelo Marfuz.

Leia mais sobre Ópraí Wanda Chase no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: