Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > cotidiano
Whatsapp Whatsapp
Centro Histórico

Recadastramento de ambulantes de Salvador termina na quinta (30)

Processo é direcionado para vendedores do Centro Histórico da capital baiana e deve ser realizado na Prefeitura-Bairro Centro Histórico

Iamany Santos • 28/11/2023 às 22:02 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Vendedora ambulantes que atuam no Centro Histórico de Salvador devem realizar o recadastramento junto à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) para continuar exercendo suas atividades na região. O processo deve ser feito até quinta-feira (30), na Prefeitura-Bairro Centro Histórico, localizada no Terreiro de Jesus, das 8h às 12h e das 13h às 17h.


				
					Recadastramento de ambulantes de Salvador termina na quinta (30)
Processo deve ser feito até quinta-feira (30), na Prefeitura-Bairro Centro Histórico, localizada no Terreiro de Jesus, das 8h às 12h e das 13h às 17h.. Fotos: Otávio Santos/Secom PMS

Entre os profissionais que precisam realizar este processo estão as baianas de acarajé, pipoqueiros, assim como vendedores de bebidas, lanches e souvenir. Os vendedores precisam realizar o processo para que possam atuar no Centro Histórico durante o Natal e o Carnaval.

Leia mais:

Para isso, é necessário levar RG, CPF e a licença (caso tenha) ou protocolo da solicitação para trabalhar no Centro Histórico. Em média, 300 ambulantes trabalharam no Centro Histórico durante o Carnaval e com o recadastramento a Semop pretende renovar a contagem de trabalhadores neste períodos.

“Com esse recadastramento, nossa expectativa é que tenhamos também um registro atualizado do número de ambulantes que atuarão no local no Natal deste ano e no Carnaval de 2024”, afirma o diretor de Serviços Públicos da Semop, Alysson Carvalho.

Após o recadastramento, a Semop irá entregar novos coletes aos ambulantes da região, além de novos equipamentos para aqueles que atuam com venda de bebidas.

O órgão enfatiza que o processo formal é importante para que essas pessoas sejam reconhecidas pelo município como vendedores ambulantes e possam, participar de projetos e programas de qualificação.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM COTIDIANO :

Ver mais em Cotidiano