Empreendedorismo

Cinco dicas para ter seu próprio negócio mesmo com pouca grana

O CEO da revendedora “Zero4 Motors”, André Novais, explica que para ter sucesso é importante ter paciência, olhar perspicaz e saber inovar

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Empreender continua sendo a maior "arma" contra o desemprego. Segundo dados do “Portal do Empreendedor”, cerca de 327 mil microempreendedores individuais (MEI’s) surgiram durante a pandemia do coronavírus (COVID-19) no Brasil.  O CEO da revendedora “Zero4 Motors”, André Novais, explica que para ter sucesso é importante ter paciência, olhar perspicaz e saber inovar. 

“Tenha sempre em mente que empreender na pandemia é uma linha tênue entre risco e oportunidade, porém, se analisado cuidadosamente, alguns insights surgem em meio ao planejamento e o negócio acaba virando um sucesso. Esse é caso de setores que se destacaram na pandemia, como o delivery e o mercado digital. Note que essas categorias levaram soluções atrativas e que resolviam problemas da comunidade, sustentando o mercado alimentício e de vendas, mesmo sob restrições sociais e impossibilidade de sair de casa”, explica.

O profissional afirma que fazer um estudo mercadológico é fundamental antes de iniciar qualquer negócio, assim como avaliar o perfil e as necessidades dos consumidores. 

De acordo com André Novais, você pode abrir seu próprio negócio mesmo tendo pouco dinheiro para investir. "Já vi negócios grandes sendo construídos por pessoas sem nenhum centavo no bolso. Utilize seu poder de venda e conquiste as pessoas e as façam acreditar no seu sonho também. Qualquer negócio pode ser iniciado. Precisa ser inovador e se adaptar ao novo normal". 

Para facilitar a trajetória de novos empreendedores na conquista de espaço e liderança no mercado, André listou seis dicas de gestão empresarial para serem aplicadas no momento de crise. Confira: 

Analise a concorrência 

“Estudar a concorrência é algo que não pode faltar ao abrir um novo negócio. Vá até esse fornecedor e verifique o que falta e o que poderia melhorar para lhe dar insights de como inovar no seu serviço. Lembre-se que a inovação garante um passo à frente na preferência dos consumidores. Você consegue fazer melhor? Entregar melhor? Invista!”, explica. 

Proponha soluções ousadas

“Ser ousado significa ser diferente dos demais; é procurar soluções criativas. Viaje para outros países sem sair de casa. Hoje em dia, com a internet mais popularizada, você pode fazer pesquisas, verificar o que tem de novo em outros lugares e adaptar para o seu negócio”


Enxugue as despesas 

“Tenha bastante cuidado com os custos. Custo operacional é um dos grandes problemas dos empreendedores. Tente enxugar as despesas ao máximo antes de abrir seu negócio, crescendo com a demanda e não o contrário. A maioria dos grandes empresários já foram pequenos, se permita estudar antigos cases de crises financeiras”

Crie uma identidade transparente no mercado

“Negócio é vida. As pessoas ainda não perceberam que por trás de uma empresa existe um ser humano. Portanto seja vida. Seja você. Não se trata de produtos, e sim de relações, experiências, expectativas; tente sempre apoiar o próximo! O que sua empresa pode fazer ao redor? Ajudar alguém? Colaborar com a comunidade? Faça! O reconhecimento comunitário será apenas um dos benefícios dessa via de mão dupla”

Persista 

“Nunca desista dos seus sonhos, por mais que pareçam loucos ou difíceis. Se você dorme pensando, acorda pensando e sente que aquilo é primordial para outras pessoas, vá em frente!”. 

Crie laços 

Para atrair e reter clientes mesmo em momento de crise, busque tratar seu cliente como um membro da família. "Ouça bastante o que eles dizem do seu negócio assim você vai saber os erros e acertos", conclui.