Santa Casa

Desfile antecipa comemorações pelo 7 de setembro no Bairro da Paz

Organizado pelo Programa Avançar, da Santa Casa da Bahia, o evento aconteceu nesta quinta-feira

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
Para incentivar o exercício da cidadania entre as crianças e os adolescentes, o Bairro da Paz foi palco de um desfile que antecipou as comemorações pelo Dia da Independência do Brasil. Organizado pelo Programa Avançar, da Santa Casa da Bahia, o evento aconteceu nesta quinta-feira, 6 de setembro, e contou com a participação de outras entidades que atuam na comunidade, como escolas municipais e particulares, além da Base Comunitária de Segurança. 
Foto: Divulgação

O desfile foi embalado por músicas tocadas pela Banda Sinfônica da Paz, uma das formações do Núcleo de Prática Orquestral e Coral que é fruto da parceria da Santa Casa com os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA) no Bairro da Paz. Crianças e adolescentes atendidos por outras iniciativas da Santa Casa no Programa Avançar, que frequentam os cursos de Desenho, Informática e Incentivo à Leitura, também participaram. A programação se encerrou com a execução do hino nacional no fim de linha do bairro. 

  

Patriotismo 

A coordenadora de projetos comunitários da Santa Casa da Bahia, Martha Verônica da Silva, reforçou a necessidade de fortalecer as raízes brasileiras entre as crianças do bairro. “Queremos lembrar que, apesar de tudo, somos brasileiros e precisamos ter orgulho disso. Esses jovens são o nosso futuro e precisamos que eles continuem acreditando no poder de transformação do país”, pontuou. 

  

Sobre o Programa Avançar 

Fundado em 2009 pela Santa Casa da Bahia, o Programa Avançar – Centro de Referência em Promoção Social e Capacitação desenvolve projetos e programas com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico e cultural dos moradores do Bairro da Paz. O espaço oferta gratuitamente cursos e oficinas para geração de emprego e renda, ações de incentivo à cidadania e protagonismo para crianças, jovens e adultos da comunidade. Cerca de 2.700 pessoas são diretamente impactadas todos os anos, com a prestação de mais de 10 mil atendimentos sociais.