Literatura

Emicida discute poesia e protesto na Flipelô

O rapper paulista retorna a Salvador em agosto para dividir mesa com João Jorge, presidente do Olodum

Gabriela Cruz, Giuliana Mancini e Verena Paranhos (gabriela.cruz@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Depois de se apresentar na Concha Acústica em maio, Emicida já tem data para voltar a Salvador. Mas desta vez não é para cantar. O rapper paulista é um dos convidados da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô).

(Foto: Divulgação)

O evento ocupa o Centro Histórico de 9 a 13 de agosto, e o rapper paulista participa da mesa A Rua é Nóiz - Poesia e Protesto ao lado de João Jorge, presidente do Olodum, com mediação de Larissa Luz. O encontro gratuito acontece dia 10, na Arena do Sesc Pelourinho.