Fitness

Entenda o motivo daquele seu amigo comer tanto e não engordar

Tendência a engordar ou emagrecer têm relação direta com o metabolismo e com a genética da pessoa

Lívia Oliveira* (livia.oliveira@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Você conhece alguém que come de tudo e não engorda? O famoso "magro de ruim" tem relação direta com o metabolismo e com a genética da pessoa. Infelizmente, algumas indivíduos precisam mesmo suar mais e trancar a boca quando o assunto é perder peso.

Foto: Reprodução

Segundo a nutricionista Priscilla Lima, a tendência a engordar ou emagrecer pode estar relacionada a diversos fatores. "Metabolismo acelerado (as transformações que ocorrem a todo momento no organismo, como a digestão de alimentos), as substâncias químicas e os nutrientes ingeridos no nosso dia a dia, a bioquímica, a predisposição genética, a altura, o sexo, a idade, a prática de atividade física ou não e até o consumo adequado de água".

Vale acrescentar ainda que até o funcionamento da flora intestinal do indivíduo contribui, pois existem bactérias no intestino que são capazes de quebrar mais gordura.

Mas não pense que uma pessoa com o metabolismo mais acelerado e uma boa predisposição genética vai ficar eternamente no "bem-bom" sem engordar. Com o passar da idade, o metabolismo fica cada vez mais lento. Se essa pessoa "magra de ruim" for sedentária, provavelmente, seu organismo não vai responder da mesma forma ao alto consumo de gordura.



Além disso, quando falamos de dificuldade ou facilidade para perder ou manter o peso, devemos lembrar que o metabolismo tende a desacelerar com o chegar da noite, logo você deve evitar consumir em excesso gorduras e carboidratos neste período.

"O ritmo circadiano indica que a medida que o sol vai se pondo, o nosso corpo tende a se adaptar afim de nos proporcionar o repouso adequado para que iniciemos o outro dia de forma plena. Então o metabolismo funcionará de forma mais lenta", explica a nutricionista.

Priscilla ainda indica que o ideal é ter uma alimentação equilibrada, praticar atividade física e não negligenciar a ingestão de água durante todo o dia independente de ser "magro de ruim" ou não.

*Sob supervisão da repórter Isadora Sodré