Brasil

Lucro do FGTS não poderá ser sacado; entenda

Na terça-feira, a Caixa anunciou que vai distribuir R$ 6,23 bilhões aos cotistas que tinham saldos em suas contas

Agência O Globo

A Caixa Econômica Federal criou uma página exclusiva para o trabalhador que quer saber quanto vai receber a mais em seu saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por conta da distribuição de resultados referente ao ano-base 2016. Na terça-feira, o banco anunciou que vai distribuir R$ 6,23 bilhões aos cotistas que tinham saldos em suas contas vinculadas até 31 de dezembro do ano passado. Confira abaixo como fazer a consulta.

Esse dinheiro, no entanto, não poderá ser sacado. O rendimento será somado ao saldo da conta vinculada do trabalhador até o dia 31 de agosto deste ano. O montante de R$ 6,23 bilhões a ser distribuído equivale à metade do lucro liquido de R$ 12,46 bilhões. Na prática, serão contempladas 258 milhões de contas de FGTS, o que abrange um universo de 90,7 milhões de trabalhadores (muitos têm mais de uma conta).

Como a maioria das contas tem saldos baixos, cada uma receberá, em média, R$ 38. O valor a que cada um tem direito, porém, é proporcional ao saldo da conta.

Como fazer a consulta

A consulta pode ser feita no site https://www.resultadosfgts.caixa.gov.br. Para ter acesso à informação, o interessado pode informar o CPF ou o Número de Identificação do Trabalhador (NIS, PIS ou Pasep). Depois, basta informar a senha de internet já cadastrada para verificação de saldo de FGTS.

Quem nunca se cadastrou no serviço pode fazer a inscrição na hora. Basta clicar em "Cadastrar ou esqueceu a senha?". Uma nova tela será aberta. A partir daí, será preciso acessar o link www.caixa.gov.br/extrato-fgts, informar o NIS (PIS/Pasep) e clicar em cadastrar senha.

Depois de ler o regulamento, o internauta deverá aceitar o termo de uso. Em seguida, deverá preencher os dados pessoais (incluindo o título de eleitor), criar uma senha de oito dígitos e confirmar. O usuário receberá uma notificação de cadastro realizado. A partir daí, de volta à tela inicial, deverá informar de novo o NIS e a senha. Por fim, o extrato será apresentado. Quem desejar também poderá pedir informações pelo telefone 0800-726-2017. Será preciso informar nome completo e números de CPF e PIS.