Mundo

Nova York: Edifícios terão entradas separadas para "pobres"

o prefeito da Big Apple, Bill de Blasio ficou insatisfeito com a criação das "portas para pobres" e disse que vai tentar aprovar uma medida que as proíba

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em Manhattan, Nova York, dois novos edifícios ainda não estão prontos mas já causam bastante polêmica. Eles terão uma entrada exclusiva para os moradores "pobres" dos prédios, que ocuparão apartamentos "mais populares".

O prefeito da Big Apple, Bill de Blasio ficou insatisfeito com a criação das "portas para pobres" e disse que vai tentar aprovar uma medida que as proíba, de acordo com informações da "Newsweek".

(Foto: Divulgação)

Um prédios, construído pelo Elad Group, terá 118 unidades a preços mais acessíveis - de um total de 365 apartamentos. O outro edifício, da Extell Development Company, reservará 55 das 219 unidades para moradores com "renda inferior". As obras devem ser concluídas em 2017.