Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > bora ali?
Whatsapp Whatsapp
Raiar do dia

Bora Ali? Três lugares para ver o sol nascer em Salvador

Nesta semana, o iBahia te apresenta pontos perfeitos para começar o dia

Victoria Dowling • 14/10/2023 às 17:00 • Atualizada em 15/10/2023 às 18:00 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

O momento em que o sol se põe, geralmente no finalzinho da tarde em Salvador, dá aquela sensação de conclusão. Afinal, o dia já está terminando para muitos e só começando para outros. Mas, apesar da popularidade do momento, o 'Bora Ali?' desta semana fala do exato oposto dele: o nascer do sol.

Em alguns momentos, a vista e os tons levemente alaranjados podem se confundir ou melhor, se assemelhar com a despedida diária da estrela mais próxima da Terra, mas o preparo para o raiar do dia exige ainda mais disciplina.

Leia mais:

Isso porquê, aqui em Salvador, o Sol tem dado o ar da graça às, aproximadamente, 5h10, sendo que o dia já está ficando clarinho antes mesmo desse horário. Detalhe: o Sol aparece mais cedo no Verão!

Para o 'Bora Ali?' desta semana, selecionamos três pontos de Salvador onde é possível aproveitar bem as primeiras horas do dia.


				
					Bora Ali? Três lugares para ver o sol nascer em Salvador
Foto: Arte/iBahia

Jardim de Alah

Praia, gramado com coqueiros e espaço de sobra para ainda dar aquela caminhada matinal com direito à uma paisagem incrível marcam o primeiro ponto. Fomos no Jardim de Alah, situado no Costa Azul, que deixa em evidência o nascer da estrela.

O raiar do dia é embalado por muito lazer aqui. Ao longo da orla da praia do Jardim de Alah, pedestres, corredores e ciclistas aquecem os corpos e se movimentam antes de encarar os afazeres diários. Duas das possibilidades de atividades presentes no trecho também logo pela manhã é o futevôlei e o funcional, e ambos são praticados na areia da praia. Massa, né?!

Amaralina

Saindo do Jardim de Alah sentido Barra, que é um dos lugares mais frequentados no pôr do sol, paramos em Amaralina, perto do Largo das Baianas. Inclusive, pensando no ponto anterior, onde estamos agora e o próximo local, dá pra dar uma bela paletada e aproveitar cedinho cada cantinho indicado aqui.

No Largo das Baianas, a escultura de uma baiana de acarajé de quatro metros de altura marca o bairro. A obra foi produzida pelo artista plástico Bel Borba e foi inspirada em Cida de Nanã. Com isso, dá pra contemplar a arte, além do vistão para o mar e, mais uma vez, muita prática de esportes.

Rio Vermelho

Para finalizar, a última parada foi no Rio Vermelho, que fica lindo tanto no nascer quanto no pôr do sol. Quem é de Salvador sabe, o bairro boêmio costuma ter movimento o dia inteirinho, e a partir do momento que os raios solares iluminam o dia, não é diferente.

Da paróquia de Sant’Ana até a Praia da Paciência, muitas pessoas descem com o mesmo intuito: ver as águas do oceano atlântico, as cores do céu mudando e o dia ganhando forma. No RV, mais uma vez, o fomento ao esporte está presente. Na faixa de areia dá pra ver pessoas no futevôlei, no funcional.

Uma outra galera, mas já na calçada, caminha, corre, dá um rolê bike, patins e até bate uma bola no campinho que tem na orla.

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM BORA ALI? :

Ver mais em Bora ali?