Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > carnaval
Whatsapp Whatsapp
'Afro dos Afros'

Com Taís Araújo e globais, Noite da Beleza Negra abre 50 anos do Ilê

A comemoração das vencedoras será ainda embalada por por shows de Carlinhos Brown e Russo Passapusso

Nathália Amorim • 10/01/2024 às 17:20 • Atualizada em 10/01/2024 às 18:48 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Começa neste sábado (13), a 43ª edição do concurso Noite da Beleza Negra. O evento será na Senzala do Barro Preto, localizada no bairro do Curuzu, a partir das 20h30. Este será o início do ciclo de comemorações pelos 50 anos do Ilê Aiyê.


				
					Com Taís Araújo e globais, Noite da Beleza Negra abre 50 anos do Ilê
Foto: Vanderlei Lui

Além disso, neste ano que marca a última edição sob a direção artística e o roteiro de Elísio Lopes Jr., estrelas nacionais como Taís Araújo, Samuel de Assis e Diogo Almeida estão à frente da atuação do espetáculo.

Leia mais:

Com o tema “Afro dos Afros” e apresentação de Arany Santana, Sandro Teles e Val Benvindo, o roteiro do espetáculo passeia pela história de emoção e luta do Mais Belo dos Belos, que foi seguida por tantos outros blocos afros do Brasil, com cenas que prometem tirar o fôlego do público.

As candidatas finalistas são: Barbara Cristina Sá Sacramento (33), Caroline Xavier de Almeida (25), Cecília Cadile da Silva Santos (33), Cibele Mariah da Silva Santos (35), Daiane de Souza Conceição (31), Isis Renata do Espírito Santo Dantas Nascimento (28), Larissa Valéria Sá Sacramento (29), Lorena Xavier Silveira Bispo (21), Nadine Ferreira Borges (32), Rafaela Rosa Silva Oliveira Leite (28), Sarah Moraes dos Santos (26), Stephanie Ingrid Silva Sousa de Deus (22), Stephanie Mascarenhas Lobo Brito (25), Tainã de Palmares (30) e Thuane Vitória Pereira Santana (26).

A vencedora será escolhida por um júri e também a partir da reação da plateia.

A candidata classificada em 3º lugar ganhará um Troféu Perfil Azeviche, uma fantasia e R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), a candidata classificada em 2º lugar ganhará um Troféu Perfil Azeviche, uma fantasia e R$ 3.000,00 (três mil reais). A candidata classificada em 1º lugar ganhará como prêmio um Troféu Deusa Do Ébano 2023, uma fantasia e R$ 3.600,00 (três mil e seiscentos reais).

A comemoração das vencedoras aos títulos de Rainha e Princesas do Ilê Aiyê 2024 será embalada pelos sucessos da Banda Aiyê e por shows de dois gênios da música baiana, Carlinhos Brown e Russo Passapusso.

A noite ainda terá um momento dedicado a blocos afros de outros estados que beberam e bebem na fonte do Ilê Aiyê para nascer e se constituir. São eles Akomabu, do Maranhão, Agbara Dudu, do Rio de Janeiro, e Afro Magia Negra, de Belo Horizonte.

'O Sonho de Mãe Hilda'

As estrelas nacionais Taís Araújo, Samuel de Assis e Diogo Almeida uma das cenas mais emocionantes da noite. Acompanhados pelos tambores da Banda Aiyê, eles evocam a importância do Ilê Aiyê como referência na luta por reconhecimento da grandeza do povo negro no mundo e no coração de cada um deles.

Em um dado momento, Taís interpreta Mãe Hilda Jitolu que, preocupada com a reação à primeira saída do Ilê em 1974, disse: “Se forem bater no Ilê, irão bater em uma mãe”.

“A Beleza Negra hoje é a noite da celebração da arte preta brasileira. Vem artistas do país inteiro para pisar nesse palco, para viver essa experiência. Isso é resultado da nossa parceria de 10 anos construindo esse espetáculo, mas, principalmente, é fruto dos 50 anos de ativismo, arte e militância do bloco afro Ilê Alyê”, celebra o diretor Elísio.

“Cada Deusa do Ébano dos últimos 42 concursos representou o fortalecimento da nossa luta, nos fez acreditar que estamos no caminho certo e, nesse ano de comemoração, queremos olhar para trás e também projetar o futuro. Estamos longe de poder parar. Sabemos que já fizemos muito, mas temos certeza que o caminho ainda é muito longo”, comenta o presidente e fundador do Ilê Aiyê, Antônio Carlos Vovô.

A contracultura, a luta pelos direitos civis nos Estados Unidos, o Maio de 68 e o Tropicalismo No Brasil, tudo isso está no caldeirão do Ilê Aiyê”, aponta o bailarino e também criador do bloco Clyde Morgan, que performa um solo-ritual coreografado por Zebrinha, seguido da interpretação de Black is Beautiful pela finalista do The Voice 2023 Amanda Maria. Um momento que tem tudo para ser um dos mais efervescentes da noite.

Destaque também para a canção interpretada por Ellen Oléria para a reunião em cena de Deusas do Ébano de anos passados, como Edilene Alves, Jeruza Menezes, Sueli Conceição, Natalice Santana, Priscila Santos, Taís Carvalho.

“Pisar nesse palco é sentir toda aquela emoção outra vez. Eleita pelos meus, aplaudida na minha casa, reconhecida pela minha dança, pelo meu axé”, anuncia Edilene

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

RELACIONADAS:

MAIS EM CARNAVAL :

Ver mais em Carnaval