Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > música
Whatsapp Whatsapp
MÚSICA

'Acho que eu devia ter aproveitado mais', diz filho de Gal Costa sobre mãe em 1ª entrevista após morte da cantora

Jovem revela que ele e mãe não tinham gostos musicais parecidos e quando encontravam uma canção em comum era alguma música da própria artista

Redação iBahia • 14/11/2022 às 6:47 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					'Acho que eu devia ter aproveitado mais', diz filho de Gal Costa sobre mãe em 1ª entrevista após morte da cantora
Foto: Reprodução/ TV Globo

Filho de uma das maiores vozes do Brasil, Gabriel Costa, de 17 anos, que na última semana perdeu a mãe, Gal Costa, deu sua primeira entrevista da vida ao Fantástico no último domingo (13) e surpreendeu os fãs da artista.

Tímido, o adolescente revelou só ter entendido a importância da mãe para a cultura após o falecimento, motivo que o fez concordar com a abertura do velório para os fãs.

Leia mais:

"Eu só tinha a visão de que ela é minha mãe e só minha e eu não tinha visão da dimensão dela como cantora. Eu só percebi isso no velório dela. Foi por este motivo que eu vim aqui, que eu pensei: ‘Eu tenho que pensar nas outras pessoas que amavam minha mãe também, elas merecem ver um pouco mais sobre a vida dela’. Então quem poderia dar mais afirmações sobre a vida dela se não for o filho?."

De eras completamente diferentes, Gabriel revela que sempre admirou a voz da mãe e pontuou uma das características mais marcantes da baiana: "Eu ia no show e quando ela fazia aquele agudo. Acho que era a melhor parte da voz dela, o agudo que muita gente não consegue fazer."


				
					'Acho que eu devia ter aproveitado mais', diz filho de Gal Costa sobre mãe em 1ª entrevista após morte da cantora
Foto: Reprodução/ Instagram

Longe da música, Gabriel deu aos fãs de Gal um pouquinho de como a cantora era em casa, como mãe, imagem que ele conhece desde os 2 anos. "Em relação ao colégio, da lição, meio que a gente tinha um acordo, digamos assim. Que era eu faço minhas responsabilidades, ela fazia as delas. Contanto que eu passasse de ano… Estava ótimo".

Na entrevista, o rapaz ainda falou que se arrepende do distanciamento entre eles durante a fase da adolescência. Gabriel conta que não aproveitou o tempo que teve ao lado de Gal. "Acho que eu não aproveitei muito a presença da minha mãe aqui. Quando eu chegava em casa, eu não ficava muito tempo ali sentado com ela e com a minha madrinha conversando. Eu ia direto pro meu quarto. Eu ficava jogando, via uma série. Acho que eu devia ter aproveitado mais."

Se ao longo da vida, ser conhecido como filho de Gal Costa era algo que deixava o jovem desconfortável devido à fama que isso poderia dar a ele, atualmnte o pensamento é outro. "É algo que me deixava meio… Eu não gostava muito. (…) Tenho que me orgulhar né, de ser filho da Gal Costa."

Gostos musicais diferentes

No bate-papo com a repórter do Fantástico, Gabriel ainda revelou que seu gosto musical foge ao que Gal apresentava nos palcos, mas quando se encontravam musicalmente eram com músicas da própria artista, como por exemplo o álbum 'Estratosférica', lançado em 2015.

"O meu estilo de música era totalmente diferente do dela. As músicas que eu ouvia ela não gostava muito, não. É funk, é trap, música totalmente diferente de MPB. Às vezes eu colocava uma música que nós dois gostávamos. Mas normalmente era sempre dela."

Já das mais recentes, a música favorita de Gabriel foi uma das últimas inéditas lançadas por Gal, a parceria 'Cuidando de Longe' com Marília Mendonça. "Às vezes ela chegava no meu quarto e eu estava escutando essa música. Ela sorria, ela não fala muita coisa, mas ela sorria. Ou ela entrava no quarto e começava a ouvir junto".

Leia mais sobre Música no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM MÚSICA :

Ver mais em Música