Menu Lateral Buscar no iBahia Menu Lateral
iBahia > diversão > música
Whatsapp Whatsapp
40 anos de carreira

Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'

Em entrevista ao iBahia, cantora relembrou início da carreira e contou detalhes de show especial

Lucas Mascarenhas • 20/10/2023 às 7:00 • Atualizada em 20/10/2023 às 14:07 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Daniela Mercuri de Almeida Verçosa, ou simplesmente Daniela Mercury, comemora 40 anos de uma carreira onde desbravou novos mares em busca de mostrar sua voz e suas raízes para o Brasil e o mundo.


				
					Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'
Daniela Mercury. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em entrevista ao iBahia, especialmente pela comemoração de 40 anos de carreira, Daniela relembrou o momento em que começou a cantar no Carnaval de Salvador, além de pontos de destaque dessas quatro décadas.

Leia mais:

Nascida em Salvador e criada no bairro de Brotas, a cantora começou cantando em barzinhos da capital baiana até que foi chamada para ser vocalista de uma banda entre 1982 e 1983, quando puxou um pequeno bloco já como cantora.

"Aí nós começamos a ensaiar, a banda não tinha percussão, não tinha teclado, porque nem existia teclado nessa época. Os teclados só apareceram alguns anos depois que a gente pudesse levar portáteis para um trio elétrico, para imitar o som de sopro. Então era, a gente fazia com um surdão fazia uns sambões, sambão de Beth Carvalho, fazia uns frevos que tinham letra, o que já tinham gravado ali, uns Ijexás do Ghandi, alguma coisa assim de Gil que combinava com aquilo ali", explicou em entrevista ao iBahia.


				
					Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'
Daniela Mercury. Foto: Reprodução/Redes Sociais

"Eu puxei o bloco 'Cuca Fresca', três dias, que saia ali do Politeama [bairro de Salvador]. A gente também puxou antes do Carnaval, o 'Bloco das Vassourinhas', do Alto das Pombas, que era um bloco de travestidos, toda hora eu procuro para ver se eu acho alguma foto desses três dias de Carnaval e não acho. Eles não devem nem saber quem era eu, porque não era uma artista conhecida", completou.

A partir daí, Daniela seguiu o sonho de ser cantora e chegou a estar à frente da Banda Eva quando o grupo ainda era um bloco carnavalesco. Ela revelou que chegou a ser chamada para integrar o grupo, oficialmente, mas não aceitou o convite porque o local dos ensaios era muito longe da casa dela. "É muito legal contar os 40 anos que é um pouco como contar a história do gênero também, né?", disse.

"O canto dessa cidade sou eu..."

Logo após essa fase, Daniela Mercury estourou em todo o Brasil com o disco "O Canto da Cidade", em setembro de 1992, segundo lançado por ela e o primeiro sob o selo da Sony Music, já que ela havia rompido com a gravadora do primeiro disco para conseguir produzir a música antes de comercializar.


				
					Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'
Daniel Mercury em 'O Canto da Cidade'. Foto: Reprodução
Ninguém achava que um álbum com esse tipo de música, com música baiana, principalmente samba reggae, faria sucesso no sudeste. As rádios não estavam abertas para isso, não havia não havia esse espírito, então foi assim um ponto fora da curva, algo que realmente ninguém esperava, né?", relembrou a cantora.

"No sentido de estranha, eu era estranha, porque esse sonho da coisa, a gente não conseguia tocar em rádio nenhum do país, conseguia fazer uma coisinha ou outra com raiva. Tanto 'Swing da Cor' quanto 'O Canto da Cidade' vieram meio fora da época [por conta da popularização da lambada]", completou.

Show especial na Apoteose

Como comemoração pelos 40 anos de carreira, Daniela Mercury vai realizar uma apresentação especial na Apoteose, no Rio de Janeiro, no domingo (22), com participações de Ivete Sangalo e Luísa Sonza.

Na ocasião, a cantora vai referenciar o show que se tornou um especial de fim de ano da Globo intitulado 'O Canto da Cidade (especial)", por conta do disco de sucesso lançado no mesmo ano. O programa contou com clipes gravados com Caetano Veloso, Chico Buarque de Hollanda, Tom Jobim e Herbert Vianna.


				
					Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'
Daniela Mercury e Caetano Veloso. Foto: Acervo/Globo

"Eu tô buscando trazer um pouco do roteiro do show da Apoteose, de 30 anos atrás, que foi um momento que eu chegava com o repertório de algumas músicas já dos meus álbuns, mas de músicas de outros outras bandas de Salvador, fazendo uma mistura de rock. Vou resgatar os momentos mais emblemáticos para tentar matar a saudade de quem viu e cantar ao vivo as músicas que muita gente nunca ouviu, né? Dessas canções que eu canto raramente", explicou.

"Eu preparei um show que começa no trio, depois vai para o palco e tem a participação especial do grupo Olodum, da banda feminina Didá e do Ilê Aiyê, eles três pela primeira vez vão estar no Rio e eles vão tocar juntos no palco também, além de fazerem música separados.É uma forma de devolução, uma forma de reconhecimento de todo o meu trabalho que tá muito misturado com tudo que eles vem construindo e a gente vem fazendo junto, né?", seguiu Daniela sobre o show especial.

"Além de Ivete, que eu convidei ela para dançar comigo, ela disse que ia pegar umas coreografias antigas e talvez a gente, discutindo assim possibilidades ainda, porque ela sabe muita coisa minha. Mas já decidimos cantar 'Rede', que ela pediu. Luísa Sonza ainda tá escolhendo [a música], porque ela quer uma coisa do universo dela, a gente tá decidindo também se é para dançar ou para uma coisa mais de amor, para juntar com esse momento que ela tá também no trabalho dela cantando bossa nova", completou.


				
					Daniela comemora O Canto da Cidade: 'Ninguém achava que faria sucesso'
Foto: Reprodução/ TV Globo

"Então eu quero dividir com vocês todos esse momento muito emocionante para mim. Eu já tô chorando muito, mas eu vou agradecendo. Comemora comigo que eu fiz para você, meu canto é de vocês,. O 'Canto da Cidade' é de vocês, é da Bahia", finalizou Daniela Mercury.

Veja agenda da cantora pelo Brasil:

22/10 - Apoteose, Rio de Janeiro
31/10 - Oxente Acústico com Gabriel Mercury, Teatro Pedro II, Ribeirão Preto
02/11 - Oxente Acústico com Gabriel Mercury, Sesc Bom Retiro, São Paulo
03/11 - Oxente Acústico com Gabriel Mercury, Sesc Bom Retiro, São Paulo
04/11 - Araújo Viana, Porto Alegre
05/11 - Rock The Mountain, Rio de Janeiro
11/11 - Tum Festival, Florianópolis
12/11 - Rock The Mountain, Rio de Janeiro
18/11 - Super Meca, Rio de Janeiro
19/11 - Congresso da Felicidade, Curitiba

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM MÚSICA :

Ver mais em Música