Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > diversão > nem te conto
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Whatsapp Whatsapp
NEM TE CONTO

Gabriela Pugliesi diz que sente vergonha de ter tido corpo muito magro: 'Não me reconheci'

Agora aos 37 anos e mãe de Lion, de quase dois meses, a influenciadora disse que não se reconhece com aquele tipo físico

Redação iBahia • 30/12/2022 às 17:44 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Gabriela Pugliesi diz que sente vergonha de ter tido corpo muito magro: 'Não me reconheci'
Foto: Reprodução / Instagram

Influenciadora conhecida como musa fitness, Gabriela Pugliesi revelou que se arrepende da época em que se orgulhava de ter um corpo super magro. Agora aos 37 anos e mãe de Lion, de quase dois meses, a influenciadora disse que não se reconhece com aquele tipo físico.

"Eu estava respondendo a perguntas, procurando fotos e me deparei com um print de uma pessoa que me mandou uma foto minha antiga, em que eu estou supermagra, e disse que usava essa foto como fundo de tela. A hora que eu vi aquela foto, não me reconheci. Me deu um baque. Falei: 'cara, eu era desse jeito. E tem gente que acha bonito, que se inspira'", começou ela

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Pugliesi compartilhou a imagem e confessou se arrepender dessa fase. "Eu tenho até vergonha de postar essa foto e de pensar que me olhava no espelho e achava isso bonito", declarou.


				
					Gabriela Pugliesi diz que sente vergonha de ter tido corpo muito magro: 'Não me reconheci'

Gabriela afirmou que, na época, não tinha noção do quanto era magra. "Eu nem parava para pensar e, para mim, no contexto que eu vivia, aquilo era saudável. Tem uma frase que fala que 'você só enxerga a ilha toda quando está vendo ela de longe'. É a mesma coisa com uma situação ou fase da nossa vida: a gente só enxerga quando ela passa, quando estamos fora dela", continuou.

Para Pugliesi, o problema é que ela se comparava muito com os outros. "Eu amo me cuidar. Gosto de me sentir bem com meu corpo. E acho válido a vaidade num equilíbrio saudável. O difícil é saber até onde isso pode ir sem ter deixar doente. Eu me comparava muito. E isso é o início de um ciclo muito tóxico. Não se compare. Não busque por um ideal que não condiz com a sua genética. Não machuque o seu corpo", completou.

Leia mais sobre Nem Te Conto no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM NEM TE CONTO :

Ver mais em Nem Te Conto