Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > diversão > novelas
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Entenda

Atriz de Inácia em 'Renascer' revela receber mensagens de evangélicos

Baiana Edvana Carvalho representa as religiões de matriz africana em 'Renascer' e conta mensagens que recebe de evangélicos e católicos

Lucas Mascarenhas • 12/06/2024 às 10:08 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

Intérprete de Inácia em "Renascer", a atriz baiana Edvana Carvalho leva fé e religiosidade para a trama das nove, colocando em foco as religiões de matriz africana, principalmente o candomblé, o qual a personagem segue os preceitos.


				
					Atriz de Inácia em 'Renascer' revela receber mensagens de evangélicos
Baiana Edvana Carvalho representa as religiões de matriz africana em 'Renascer' e conta mensagens que recebe de evangélicos e católicos. Foto: Reprodução/Globo

Em entrevista ao podcast Papo de Novela, do Gshow, a atriz revelou receber mensagens de evangélicos nas redes sociais que elogiam a forma como a religião é tratada pela personagem da história de Bruno Luperi.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

"Inácia traz a representação linda das religiões de matriz africana, e a gente sabe que é um momento muito necessário de não alguém falar por nós, mas a gente falar da gente e mostrar como são as coisas", iniciou Edvana Carvalho.

"Eu recebo nas redes mensagens de pessoas dizendo assim: 'Sou evangélica, mas a forma com que você tá trazendo as religiões de matriz africana [na novela] me faz querer aprender mais sobre, porque nunca me foi ensinado desse jeito'. Então, isso que é legal, é importante que aconteça", completou a atriz.


				
					Atriz de Inácia em 'Renascer' revela receber mensagens de evangélicos
Em entrevista, atriz baiana falou sobre importância do papel na novela das nove. Foto: Globo

Importância da representatividade em "Renascer"

Um dos principais nomes da trama, Inácia está presente em diversos pontos importantes dos protagonistas e juntamente com as crenças e ensinamentos, salvou a vida de José Inocêncio diversas vezes.

"Tudo que envolve a herança africana às vezes é marginalizado, às vezes é demonizado. Ou, quando chega nas populações indígenas, é folclorizado. Então, através desse trabalho e de outros tantos, a gente vem tentando desconstruir essa história contada por outros e contar a própria história. Pra que o povo brasileiro, que é misto e diverso, possa conhecer a verdadeira história. Quando a gente conhece, a gente não ataca", finalizou a atriz.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM NOVELAS :

Ver mais em NOVELAS