Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > empregos e concursos
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Gestão e Carreira

Inteligência Emocional: você é mais razão ou emoção?

Siga as dicas para gerenciar bem as suas emoções

Cristiano Saback • 10/07/2023 às 10:15 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

				
					Inteligência Emocional: você é mais razão ou emoção?
Foto: Reprodução / Canva Pro

Inteligência emocional é uma daquelas habilidades muito requisitadas no mercado de trabalho. Sabe por quê? Porque inteligência emocional não tem a ver com controle, tem a ver com gerenciamento das emoções. Na esfera profissional não dá tomar decisões de forma impulsiva constantemente. Perfis profissionais que repetem esse padrão comportamental, acabam comprometendo a própria credibilidade.

Pra começar eu proponho: mapeie seus defeitos e qualidades e identifique as emoções que lhe sugam a energia e aquelas que lhe colocam pra cima, estimulando a sua autoestima e autoconfiança. Criar consciência das suas emoções e seus gatilhos é o primeiro passo para um bom gerenciamento dessa habilidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Lembra daquela vez que você falou antes de pensar? Pois é, eu também já passei por isso. É tanta ansiedade que a gente acaba metendo os pés pelas mãos. Quando você perceber que vai agir por impulso, lembre que é a sua ansiedade falando. Aí é o momento de acionar o gerenciamento dessa emoção sabotadora.

Recentemente estava lendo o livro Atlas do Coração, da pesquisadora Brenè Brown, onde ela elenca 87 emoções e como lidar com cada uma delas. Essa é uma excelente leitura para você entender melhor sobre comportamento.

E aqui vão as minhas 03 dicas para INTELIGÊNCIA EMOCIONAL:

01 – O ponto de partida é sempre a comunicação. E se você não gerencia muito bem a sua inteligência emocional, isso pode implicar em problemas no trabalho e atrapalhar seus planos de conquista.

02 – Faça um mapeamento dos seus pontos fortes e seus pontos fracos, é o primeiro passo rumo ao gerenciamento das suas atitudes e emoções. Procure esse equilíbrio.

03 – Mapeie as emoções, identifique de que maneira elas aparecem no seu comportamento e passe a gerenciá-las.

O exercício do gerenciamento da inteligência emocional é diário. Preste atenção nas suas habilidades, ações e emoções que mais trazem benefícios para seu desempenho profissional e social. Isso vai fazer toda a diferença a curto, médio e longo prazo.


				
					Inteligência Emocional: você é mais razão ou emoção?
iBahia
Imagem ilustrativa da coluna GESTÃO E CARREIRA
Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM EMPREGOS E CONCURSOS :

Ver mais em Empregos e Concursos