Entretenimento

Cineasta Argentino lança nova película em Salvador

O cineasta Carlos Pronzato apresenta ao público seu mais novo documentário, Fernando Lugo – De bispo a presidente do Paraguai. O filme, com duração de 58 minutos, retrata a retomada de um governo popular no Paraguai, pelas mãos do ativista político e ex-bispo católico Fernando Lugo, após ditadura de Alfredo Stroessner e hegemonia de 61 anos do Partido Colorado. A noite de estréia será na próxima quarta-feira, dia 03, às 19h30, no Teatro Caballeros de Santiago, com entrada franca. A exibição marca o pré-lançamento do projeto Cineclube: Integrando a América Latina, uma iniciativa de Pronzato, prevista para 2009, que tem como proposta abrir mais espaço na cena cultural de Salvador para obras de diretores latino-americanos que focalizem questões políticas e sociais dos países da América Latina. O Cineasta – Além de documentarista, Carlos Pronzato também é poeta (Che, um poema […]


01/12/2008 às 16h10

2 min de leitura

O cineasta Carlos Pronzato apresenta ao público seu mais novo documentário, Fernando Lugo – De bispo a presidente do Paraguai.

O filme, com duração de 58 minutos, retrata a retomada de um governo popular no Paraguai, pelas mãos do ativista político e ex-bispo católico Fernando Lugo, após ditadura de Alfredo Stroessner e hegemonia de 61 anos do Partido Colorado.

A noite de estréia será na próxima quarta-feira, dia 03, às 19h30, no Teatro Caballeros de Santiago, com entrada franca. A exibição marca o pré-lançamento do projeto Cineclube: Integrando a América Latina, uma iniciativa de Pronzato, prevista para 2009, que tem como proposta abrir mais espaço na cena cultural de Salvador para obras de diretores latino-americanos que focalizem questões políticas e sociais dos países da América Latina.

O Cineasta – Além de documentarista, Carlos Pronzato também é poeta (Che, um poema guerrilheiro (2007); Poesias contra o Império (2004), Canudos não se rendeu (2001), entre outros) e diretor de teatro.

Radicado na Bahia desde 1989, a obra do argentino/baiano se atém principalmente a filmes de insurgências latino-americanas.

Ele é autor de mais de 30 documentários que abordam movimentos sociais, operários e populares, a exemplo de Até Oxalá vai à Guerra, uma história de racismo e intolerância religiosa (2008), seu trabalho mais recente; Buscando a Allende (2008); Carabina M2: Uma arma americana – Che na Bolívia (2007); A Rebelião dos Pingüins – Os estudantes secundaristas chilenos contra o sistema (2006); Jallalla Bolívia, Evo Presidente! (2006); Bolívia, a Guerra do gás (2004); Bolivia, a Guerra da água (2007) A Revolta do Buzú (2004); O Panelaço, a rebelião argentina (2002), Além do Jejum, as verdades do Velho Chico (2008) entre outros.

SERVIÇO
O QUÊ: Documentário Fernando Lugo – De bispo dos pobres a presidente do Paraguai (2008)
QUANDO: 03.12.2008 (Quarta-feira)
ONDE: Teatro Caballeros de Santiago (Rua da Paciência, N° 441, Rio Vermelho)
HORÁRIO: 19h30. Única apresentação.
INGRESSO: Entrada franca.