Entretenimento

Circuito do Samba encerra temporada no interior do estado

Depois de passar por sete municípios do interior da Bahia, o Circuito do Samba faz sua última parada, na cidade de Antônio Cardoso (Portal do Sertão). A iniciativa, resultado de uma parceria entre a Fundação Cultural do Estado (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura, e a Associação de Sambadores e Sambadeiras da Bahia, acontece, neste domingo (30), dentro do projeto Novembro – Música em Todos os Ouvidos, promovido pela Diretoria de Música da Funceb, em comemoração ao Mês da Música. O evento, que busca discutir e avaliar a matriz cultural do samba-de-roda e suas variações é marcado por debates entre mestres do ritmo e representantes de instituições ligadas ao campo da cultura. O objetivo é proporcionar a troca de experiências e ao mesmo tempo levantar demandas e propostas para políticas voltadas ao samba. Além disso, o encontro traz apresentações do […]


27/11/2008 às 16h35

2 min de leitura

Depois de passar por sete municípios do interior da Bahia, o Circuito do Samba faz sua última parada, na cidade de Antônio Cardoso (Portal do Sertão).

A iniciativa, resultado de uma parceria entre a Fundação Cultural do Estado (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura, e a Associação de Sambadores e Sambadeiras da Bahia, acontece, neste domingo (30), dentro do projeto Novembro – Música em Todos os Ouvidos, promovido pela Diretoria de Música da Funceb, em comemoração ao Mês da Música.

O evento, que busca discutir e avaliar a matriz cultural do samba-de-roda e suas variações é marcado por debates entre mestres do ritmo e representantes de instituições ligadas ao campo da cultura.

O objetivo é proporcionar a troca de experiências e ao mesmo tempo levantar demandas e propostas para políticas voltadas ao samba. Além disso, o encontro traz apresentações do Samba de Tocos e mais seis grupos vindos de Camaçari, Cachoeira, Saubara, Maragogipe, Santo Amaro e Candeias.

Em sua primeira edição, este ano, o Circuito do Samba passou por Irará, Saubara, Santo Amaro, Terra Nova, Maracangalha, Conceição de Almeida e Vera Cruz. No total, oito encontros em cidades de três territórios de identidades distintos, envolvendo 55 grupos de 29 cidades do interior da Bahia.