Maternidade

Ciúme entre irmãos tem solução e é mais comum do que parece

Conversar muito com o filho e verificar os seus pensamentos, pode tornar o momento mais leve e sem traumas

Redação iBahia
18/05/2016 às 21h03

2 min de leitura
Dino

É importante para o amadurecimento da criança aprender a dividir e a lidar com as frustrações. O ciúme entre irmãos, normalmente, está ligado muito à insegurança e acontece, principalmente, entre os pequenos de três e seis anos. “É natural que o filho mais velho apresente demonstrações de ciúme, ressentimento, raiva e sentir-se ameaçado e até ter comportamentos de regressão como fazer xixi na cama para chamar atenção dos pais”, explica a psicóloga Francys De Thommazo.Às vezes é difícil para os pais identificarem a maneira que cada criança expressa este sentimento, e sem perceber acabam reforçando ainda mais este ciúme. Os pais podem ajudar muito na preparação da experiência de ter um novo irmão ao falar dos aspectos positivos, compartilhar as dificuldades, dizer que um bebe consume muito tempo, devido a ele não conseguir fazer nada sozinho. Conversar muito com o filho e verificar os seus pensamentos, suas expectativas relacionadas ao novo irmão, porque a criança tem fantasias, pode tornar o momento mais leve e sem traumas.Francys dá algumas dicas para lidar com o ciúme entre irmãos:- Maneirar nos castigos- pois fazer coisas erradas pode ser uma forma de chamar a atenção, e colocar de castigo de imediato pode reforçar o problema. O Ideal é conversar e explicar o porquê das coisas.- Reservar um momento somente com o mais velho tanto o pai quanto a mãe para alguma atividade, seja uma brincadeira específica que a criança goste, para sentir-se amada e ver que a família também lhe dá atenção.- Dê responsabilidades para que a criança sinta-se importante, mas sem exagero.Converse muito- Explicar, explicar e explicar. – Enxergar tudo como algo natural- dizer que ama os dois e sempre frisar que os dois são amigos.