Especial

De Ivete Sangalo a Raul Seixas: relembre as grandes parcerias da carreira de Gilberto Gil

Cantor completa 80 anos no dia 26 de junho

Lucas Mascarenhas
22/06/2022 às 10h00

4 min de leitura
Foto: Reprodução/Redes Sociais/Mário Luiz Thompson (Acervo Gil)

Prestes a completar 80 anos no dia 26 de junho, Gilberto Gil possui bastante para celebrar seja em sua vida pessoal com uma família cheia de talentos ou na carreira repleta de músicas que fizeram parte da vida de muita gente.

Pensando nisso, o iBahia decidiu comemorar com o artista separando algumas das maiores parcerias do cantor. Na lista estão nomes como Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Flor Gil, Raul Seixas e Chico Buarque. Confira:

Gilberto Gil e Caetano Veloso

Parceiros de longa data, os cantores estiveram juntos em “Tropicalia ou Panis et Circencis”, em 1968, e desde então estiveram em grandes parcerias um do outro.

Em 2015, o trabalho “Dois Amigos, Um Século de Música” reafirmou os anos dedicados as carreiras e culminou em uma turnê mundial com sucessos como “Tropicália”, “Sampa” e “Back in Bahia”.

Gilberto Gil e Maria Bethânia

Amigos de longa data, Gilberto Gil e Maria Bethânia estiveram juntos por diversas vezes, seja em parcerias entre os dois ou com a adição de outros artistas como no disco “Brasil”, de 1981, com João Gilberto e Caetano.

Entre um dos momentos mais lembrados pelos fãs está a parceria “Se eu Morresse de Saudade” gravada em 2001 no show histórico em celebração aos 35 anos de carreira da cantora.

Gilberto Gil e Ivete Sangalo

Gil e Ivete juntos é sinônimo de energia nos palcos. Os dois são lembrados por parcerias como “Céu da Boca”, do “MTV ao Vivo: Ivete Sangalo”, de 2004, além do disco em conjunto com Caetano Veloso.

Lançado como um especial da TV Globo, “Ivete, Gil e Caetano” trouxe uma coleção de hits para o show especial que conquistou o Grammy Latino de Melhor álbum de Música Popular Brasileira em 2012.

Gilberto Gil e Raul Seixas

Apesar de não reconhecida, a união entre Gil e Raul Seixas trouxe grandes pérolas ao mundo da música. Os dois se conheceram através de um programa de TV e trabalharam juntos no primeiro disco de Raul, “O Dia Em Que a Terra Parou”.

Gil é o responsável pelo arranjo da canção “Que Luz é Essa”.

Gilberto Gil e Chico Buarque

Os artistas foram reponsáveis por criarem uma das maiores canções contra o período da ditadura militar, em 1973. “Cálice” nasceu de um encontro dos cantores no apartamento de Gilberto Gil.

Com uma letra ambígua, para não sofrer com a censura imposta na época, a canção se tornou um dos grandes marcos da luta pela liberdade de expressão.

Gilberto Gil e Milton Nascimento

Gil e Milton iniciaram suas carreiras no mesmo período, mas um grande projeto só chegou em 2000 com o lançamento de “Gil & Milton”. O disco contou com composições dos dois artistas além de Nana Caymmi, Dorival Caymmi e Jorge Ben.

Gilberto Gil e Flor Gil

Por último, mas não menos importante. A nova geração de músicos trouxe um frescor para o trabalho de Gil, que não deixou de fora suas raízes ao se juntar com Flor, sua neta.

A jovem que sempre aparece nas redes sociais do vovô, já dividiu os vocais com o cantor em músicas como “Andar com Fé”, “Three Little Birds” e “Norte da Saudade”, esta última com mais de 500 mil visualizações no Youtube.

Leia mais sobre Música no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias