Árbitro reconhece erros, mas vai processar presidente do Bahia


Cláudio Francisco fará curso de reciclagem da CBf

Após apitar a polêmica partida entre Grêmio e Bahia, no domingo, e ser afastado pela Comissão de Arbitragem da CBF para reciclagem, o árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva se defende. Xingado pelo presidente do Bahia no Twitter, o sergipano reconhece que cometeu erros na partida realizada no estádio Olímpico, mas promete recorrer à Justiça por conta das fortes declarações do cartola tricolor.

“Acionamos o advogado da Associação Nacional dos Árbitros para que ele seja indiciado pelo STJD, mas também entrarei com um processo contra o presidente do Bahia, pela forma incabível, inconsequente e leviana pela qual ele se dirigiu a mim. Ele não ofendeu apenas o trio, mas sim a arbitragem sergipana. Se houve algum erro, cabe a Comissão Nacional de Arbitragem tomar as devidas providências. É legítima a reclamação, mas é preciso ter controle, equilíbrio. Ele é uma pessoa pública e precisa ter responsabilidade no que fala”, afirmou o árbitro, em entrevista a uma rádio de Sergipe.

Aspirante ao quadro da Fifa, Cláudio Francisco tem uma teste marcado para o próximo dia 20 de agosto, no Rio de Janeiro, e se mostra tranquilo. “Estou muito tranquilo e acho que esses problemas não vão me prejudicar. Sou um profissional e tenho a ciência de que todo mundo erra. A gente trabalha para melhorar sempre e fizemos grandes trabalhos até aqui. Não serei o primeiro a cometer um erro e muito menos o último. Estou muito bem preparado e pronto para fazer o melhor teste da minha vida e dar a volta por cima”, completou.

Leia outras notícias sobre a polêmica na página do Bahia