Bahia não toma gol há dois jogos e técnico vibra com "cozinha"


Caio Júnior: “Time bem organizado dá confiança”

O empate sem gols com o Corinthians fez o Bahia voltar a fazer parte da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com 12 pontos, o Tricolor agora é o 17º colocado. Fato para lamentar. Entretanto, o técnico Caio Júnior acredita na evolução da equipe e exalta a melhora do setor defensivo depois da sua chegada. Após dois jogos, a equipe não sofreu gols e somou quatro pontos. A “cozinha”, aos poucos, vai se arrumando.

“Considero o retrospecto muito positivo. Taticamente a equipe cumpriu bem. Faltou um pouco mais de ofensividade, mas eu perdi, por exemplo, três atacantes: Souza, Ciro e Lulinha. Mas o que importa é que taticamente o time foi bem. Tem outro dado importante. São dois jogos sem tomar gol. Comentei com eles (jogadores) no vestiário, uma casa pronta, se não tiver cozinha bem organizada, não adianta. Não adianta ter só quarto, sala. A cozinha tem que funcionar bem. Dois jogos que a cozinha não tomou gol”, comemorou o treinador.

Depois de 13 rodadas disputadas, o Bahia computa 11 gols marcados e 18 sofridos. O saldo é negativo: -7. O time ainda tem a sétima pior defesa dos 20 times da Série A, mas o treinador acredita que logo isso irá mudar e aponta que o caminho para ascensão na tabela é divido em etapas.

“Começa pela cozinha. Time bem organizado dá confiança. Senti no semblante do Fahel, do Titi, do Danny (Morais) e do próprio Fabinho. São muito experientes. Tem o Lomba. Estão sentindo confiança atrás. As coisas tem que ser por etapas. Garantir atrás bem seguro, bem firme e mexer aos pouquinhos, encontrar solução ofensiva, que acho que ainda está devendo”, ponderou Caio Júnior.

Na próxima rodada, o Bahia encara o Grêmio, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. A partida vai acontecer no domingo (5), às 16h. Antes, porém, o Esquadrão de Aço entra em campo para medir forças contra o São Paulo, em partida de ida da fase inicial da Copa Sul-Americana. A bola vai rolar nesta quarta-feira (1º), em Pituaçu.

Leia mais notícias do Bahia