Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > esportes
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Campeão mundial

Mesmo com cinturão, Robson Conceição recebe cachê menor que adversário

Entenda como funciona o pagamento dos atletas que disputam a conquista pelo cinturão mundial. Robson Conceição terá novo cachê nos próximos meses

Isadora Gomes • 09/07/2024 às 17:36 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

O boxe baiano está em festa. Isso porque Robson Conceição conquistou o título de campeão mundial após derrotar o boxeador americano O’Shaquie Foster. A luta foi marcada por polêmicas, mas um dos principais destaques envolve o cachê do lutador. Na prática, apesar de conquistar cinturão, Robson Conceição recebeu menos que o adversário para lutar no mundial.


				
					Mesmo com cinturão, Robson Conceição recebe cachê menor que adversário
Mesmo com cinturão, Robson Conceição recebe cachê menor que adversário. Foto: Mikey Williams/Top Rank

Segundo o site NY Fights, o atleta baiano recebeu uma bolsa de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,4 milhão) só para entrar no ringue e ter batido o peso. No entanto, por portar o título mundial, o americano teve uma bolsa de US$ 375 mil (R$ 2 milhões).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Obviamente, o cenário mudará daqui em diante. Após levar o triunfo, a tendência é que o pagamento do baiano seja ainda maior na próxima luta, quando ele defender o cinturão mundial pela primeira vez.

Vitória de Robson Conceição foi polêmica

A vitória de Robson Conceição foi polêmica, isso porque houve um embate equilibrado, e o triunfo aconteceu por decisão dividida entre os árbitros (116-112, 112-116 e 115-113). O adversário demonstrou insatisfação com o resultado da luta e pediu até revanche. A nova luta será avaliada, enquanto isso, Robson voltou à Bahia.


				
					Mesmo com cinturão, Robson Conceição recebe cachê menor que adversário
Robson Conceição retorna à Salvador e desfila em carro dos bombeiros. Foto: Rafael Teles

Na segunda-feira (8), o baiano campeão mundial de boxe retornou e foi recebido em Salvador com festa. O atleta participou de um desfile em um caminhão dos Bombeiros, ao lado de alguns profissionais, até o bairro de Boa Vista de São Caetano, onde viveu.

"Estranho o campeão mundial andar para trás os 12 rounds. Poderia ter vindo antes. Ele estava muito bem preparado. É merecedor. É campeão de fato e de direito. Desistir, nunca. Para a gente nada foi fácil. Chegou o momento, chegou a hora", comemorou Robson, que pratica o esporte profissionalmente há apenas oito anos.

Estiveram presentes na festa de comemoração a esposa Erika e as duas filhas do casal Stephanie e Sofia. "Sentimento de gratidão. Tentou tantas vezes. A gente assiste com ansiedade. Muita alegria", comentou a esposa do lutador no momento na chegada dele no aeroporto de Salvador.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM ESPORTES :

Ver mais em Esportes