Futebol

Conselho Deliberativo do Bahia aprova acordo com banco e redução de dívida milionária

Dívida foi reduzida para R$ 35 milhões, que devem ser quitados em 84 parcelas dentro de sete anos

Redação iBahia
29/07/2022 às 10h22

2 min de leitura
Foto: Reprodução / TV Bahêa

O Conselho Deliberativo do Bahia aprovou por unanimidade, em reunião realizada na noite de quinta-feira (28), o parecer do Conselho Fiscal sobre o acordo com o Banco Opportunity para pagamento de dívida que chegou a R$ 114 milhões.

Após negociação, a dívida foi reduzida para R$ 35 milhões, que devem ser quitados em 84 parcelas dentro de sete anos. O primeiro valor, de R$ 416.666,67 deve ser pago em até três dias úteis após a aprovação do Conselho. Ou seja, até terça-feira (2).

O acordo era visto como o empecilho que falta para que a proposta do Grupo City para transformar o Bahia em uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF) fosse apresentada. Uma das cláusulas do acordo com a Opportunity prevê que em caso de SAF, o investidor terá que pagar à vista o valor referente a todas as parcelas em aberto.

Entenda o caso
O Bahia iniciou a parceria com o Banco Opportunity em 1998, um ano após a primeira queda para a segunda divisão. Com o acordo, o tricolor tornouse o Bahia S/A e, através da Liga Futebol, criada para administrar o clube, o Opportunity virou dono de 51% do Bahia.

Houve investimento por parte do banco, mas os resultados em campo não apareceram. O Bahia só retornou à primeira divisão em 2000, com a criação da Copa João Havelange, através de uma “virada de mesa”.

Em 2003, após um novo rebaixamento, o grupo se afastou do Bahia. Com o fim da parceira, o clube voltou a ter controle da administração, assumiu dívidas da Liga e se comprometeu a repassar porcentagens da venda de atletas (10% de 2006 a 2007, 20% em 2008 e 30% a partir de 2009), o que nunca aconteceu.

Sem receber o valor, o Opportunity acionou a Justiça, o que resultou na cobrança da dívida de R$ 114 milhões.

Parcelas do acordo:

1ª parcela – R$ 416.666,67
2ª parcela – – R$ 416.666,67 (corrigido pelo IPCA)
13ª a 23ª parcela; 25ª a 35ª parcela; 37ª a 47ª parcela; 49ª a 59ª parcela; 61ª a 71ª parcela; 73ª a 83ª parcela – R$ 350.000,00 (corrigido pelo IPCA)
24ª, 36ª, 48ª, 60ª, 72ª e 84ª parcela 0 – R$ 1.150.000,00.

Leia mais sobre Esportes em iBahia.com e siga o portal no Google Notícias