Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > esportes > e.c bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Após o jogo

Técnico português é preso por injúria racial contra jogadora do Bahia

Técnico do time JC-AM, o português Hugo Duarte proferiu ofensas raciais contra jogadora Suelen após o fim do jogo, na noite de segunda (8)

Iamany Santos • 09/07/2024 às 7:03 • Atualizada em 09/07/2024 às 10:12 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

O Esporte Clube Bahia divulgou uma nota, na noite de segunda-feira (8), denunciando o treinador do JC FC Amazonas (AM) de racismo contra a zagueira tricolor, Suelen, após o fim da partida contra o time. O jogo aconteceu no estádio de Pituaçu, em Salvador, e terminou com o placar de 0 a 0.


				
					Técnico português é preso por injúria racial contra jogadora do Bahia
Bahia denuncia técnico de time amazonense por racismo contra jogadora. Foto: Reprodução/Redes sociais

Bahia e JC-AM se enfrentaram pela quartas de final do Brasileirão Feminino A2 e com o empate o time baiano conseguiu o acesso à série A do campeonato. Segundo nota do clube baiano, ao fim da partida o treinador da equipe adversária, o português Hugo Duarte, proferiu ofensas raciais contra Suelen e a Polícia Militar (PM) foi acionada. Os militares foram responsáveis por conduzir o suspeito à delegacia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

Em nota, a Polícia Civil (PC) confirmou a informação e detalhou que suspeito foi autuado por injúria racial e conduzido para a Central de Flagrantes por uma equipe do Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (BEPE). Ele foi autuado em flagrante e está disposição disposição da Justiça.


				
					Técnico português é preso por injúria racial contra jogadora do Bahia
Bahia denuncia técnico de time amazonense por racismo contra jogadora. Foto: Letícia Martins/E.C Bahia

Após acusação de racismo, técnico português discutiu com jogadoras em campo

Após a ofensa, uma confusão generalizada foi registrada no campo e torcedores registraram o momento. Nas imagens, é possível ver o técnico do time amazonense em campo, discutindo com as jogadoras. Veja:

Após acusação de racismo, técnico português discutiu com jogadoras em campo Vídeo: Reprodução/Redes sociais

Membros da comissão técnica do Bahia, árbitros, auxiliares e policiais militares também estavam em campo, tentando apartar a briga, que se distribuiu pelo gramado.

Através das redes sociais, o JC-AM se pronunciou sobre o caso e afirmou que a confusão entre a jogadora do Bahia e o treinador do time está sendo investigada. O clube amazonense afirmou que a equipe jurídica está averiguando todas as informações necessárias sobre o fato. Além disso, o time pontuou que repudia qualquer ato de racismo ou injúria racial contra qualquer pessoa.

Posicionamento da atleta

Através do Instagram, Suelen falou sobre o caso e enfatizou a gravidade da violência. A atleta afirmou que o técnico proferiu a palavra "macaca" contra ela com naturalidade.


				
					Técnico português é preso por injúria racial contra jogadora do Bahia
Suelen, jogadora do Esporte Clube Bahia, usou as redes sociais para comentar o caso. Foto: Reprodução/Redes sociais

"A naturalização que se foi proferida mais de uma vez pela expressão racista “macaca” tenta silenciar a minha figura como mulher preta no esporte, porém o ato denúncia é a arma que tenho para combater o racista.", escreveu a jogadora.

A zagueira aproveitou a oportunidade para agradecer às colegas de time e ao clube, pelo suporte após a violência.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM E.C BAHIA :

Ver mais em E.C Bahia