Menu Lateral Menu Lateral
iBahia > esportes > e.c bahia
CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Opinião

Renato Paiva deixa Bahia com título e críticas da torcida

Português pediu demissão após empate com o Vasco. Aproveitamento foi de 49%

João Souza / Grito Baiano • 07/09/2023 às 10:06 - há XX semanas

Google News siga o iBahia no Google News!

A passagem do técnico Renato Paiva no Bahia foi marcada por polêmicas. Escolhido pelo Grupo City para ser o primeiro treinador do clube após o anúncio da parceria, o português pediu demissão após nove meses, com 49% de aproveitamento, título do Campeonato Baiano e muitas críticas da torcida.


				
					Renato Paiva deixa Bahia com título e críticas da torcida
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

O trabalho de Paiva nunca convenceu os torcedores do Bahia. Ao chegar com o status de campeão do Campeonato Equatoriano pelo Independiente Del Valle, a torcida esperava os títulos do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, até com folga, por causa do alto investimento feito pelo Grupo City.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Leia mais:

A expectativa não se confirmou e o Bahia comandado pelo técnico não chegou a empolgar em momento algum da temporada. O título baiano veio após derrota para o Itabuna por 1 a 0, nas semifinais, e recuperação na Arena Fonte Nova, com um triunfo por 4 a 1, iniciado com a marcação de um pênalti reclamado pelos jogadores e torcida do adversário.

O Bahia com Renato Paiva foi eliminado na primeira fase da Copa do Nordeste e colecionou derrotas dolorosas como a goleada por 6 a 0 para o Sport, na Ilha do Retiro, em jogo que o Tricolor poderia ter tomado ainda mais gols. Na Arena Fonte Nova, perdeu por 3 a 0 para o Fortaleza, único time nordestino além do clube, na primeira divisão do Brasileirão.


				
					Renato Paiva deixa Bahia com título e críticas da torcida
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A Copa do Brasil foi o ponto de destaque do time comandado por Renato Paiva. O Bahia entrou na terceira fase do torneio, passou por Volta Redonda e Santos e foi eliminado nas quartas de final, após cobranças de pênaltis contra o Grêmio. Nos confrontos decisivos, apesar da eliminação, as exibições agradaram os torcedores.

No Brasileirão, o Bahia ficou longe das expectativas criadas pelos torcedores. A tão sonhada vaga na Libertadores não chegou nem perto de ser conquistada. A briga foi contra o rebaixamento desde o início.

Neste período, o português apresentou justificativas variadas para os problemas da equipe e nunca reconheceu erros, por mais que eles fossem escancarados jogo após jogo. O time, na maioria dos jogos, mostrou problemas de recomposição e dificuldade para marcar gols.

O Bahia chegou a ter apenas um triunfo em 18 jogos. Depois de vencer o Palmeiras, com gol nos acréscimos, ficou mais 9 jogos sem vencer.

Atualmente o time está na 16ª colocação, com 22 pontos, um a mais que o Santos, primeiro na zona de rebaixamento. Foram apenas cinco triunfos em 22 partidas.

Falas polêmicas

A relação entre os torcedores do Bahia e Renato Paiva também ficou estremecida por causa de diversas falas do treinador em entrevistas coletivas.

Em um dos relatos, o treinador disse que não se preocupava com os questionamentos da torcida sobre o desempenho do time, já que “quem manda no Bahia agora é o Grupo City”.

Após a goleada por 6 a 0 para o Sport, Renato Paiva disse que estava “tranquilíssimo”. Após outro revés, dessa vez para o Athletico, o português afirmou que o problema do Bahia não era o treinador porque "se fosse o problema o time não jogava tão bem".

Quando empatou com o Corinthians na Arena Fonte Nova, em meio a uma sequência de 16 jogos com apenas uma vitória, ele pediu paciência e pontuou que “a equipe não ganha, mas também tem empatado, não perde sempre”.

Venha para a comunidade IBahia
Venha para a comunidade IBahia

TAGS:

RELACIONADAS:

MAIS EM E.C BAHIA :

Ver mais em E.C Bahia