Em tratamento contra câncer, Pelé volta a ser internado em hospital


Foto: Reprodução / Redes Sociais

Pelé, de 82 anos, foi internado no hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, na terça-feira (29). O ex-jogador está em tratamento de um câncer. Segundo a ESPN, a internação não estava progamada.

O Rei do futebol foi levado para o hospital pela esposa, Márcia Aoki, e por um cuidador após apresentar um quadro de inchaço no corpo. Pelé está sendo submetido a uma bateria de exames ao longo desta quarta-feira para uma avaliação mais aprofundada de seu quadro. O hospital não divulgou boletim médico.

Ainda segundo a ESPN, o corpo médico do Einstein que cuida do ex-jogador confirmou o quadro de anasarca (inchaço generalizado), uma síndrome edemigêmica (edema generalizado) e ainda identificou uma “insuficiência cardíaca descompensada”.

A emissora ainda afirmou que a quimioterapia realizada ao longo dos últimos meses não apresenta mais respostas para os tumores presentes em diversos órgãos do corpo do ex-atleta.

Pelé teve diagnóstico de confusão mental ao dar entrada no hospital. Os exames desta quarta-feira também avaliarão a possibilidade da ocorrência de uma encefalopatia hepática. O quadro delicado e o tratamento contra o câncer que já não apresenta mais respostas preocupam corpo médico e familiares.

A filha de Pelé, Kely Nascimento, de 55 anos, que está no Catar acompanhando a Copa do Mundo, afirmou no Instagram que não tem “emergência”.

“A media (sic) está surtando novamente e eu quero vir aqui abafar um pouquinho. Meu pai está internado, está regulando medicamento. EU não estou pulando num voo para correr lá. Os meus irmãos estão no Brazil (sic) visitando e eu vou no ano novo. Não tem surpresa nem emergência. Agradecemos muito todo carinho e amor que vocês transmitem!!”

Leia mais sobre Esportes no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.