Falta de experiência na defesa preocupa dirigentes do Leão


Arqueiro rubro-negro, Douglas tem 24 anos

Se nas laterais, no meio e no ataque, o Vitória conta com rodagem de sobra, a zaga e o gol precisam de experiência. O goleiro Douglas tem 24 anos e Victor Ramos, prestes a ser anunciado, tem apenas 22. Os outros são da base.  “Precisamos de um pouco mais de rodagem nesses setores”, confessa Newton Drummond, diretor de futebol do Leão. O zagueiro Digão, do Fluminense, foi descartado. Só depois de acertar lá atrás, o Vitória vai buscar nomes pra frente. O atacante Kieza, do Cruzeiro, está quase vendido para o exterior. Lincom, do Bragantino, também não deve ser contratado. “O procurador dele pretende vender percentual. Mas ele já tem 28 anos e a gente entende que não é um investimento saudável”, explica Chumbinho, que não descarta o nome de Dinei, com passagem no Leão em 2008.Caio, do Botafogo, está de malas prontas para a Portuguesa. Somália nem retornou as ligações. Aliás, com a possível chegada de Rodrigo Mancha nesta terça (10), o que não falta é volante. “Claro que quando tem um número considerável numa posição, você começa a pensar ‘alguém vai sair’”.Jogo-treino – O regime é de concentração até domingo, por isso, a boleirada curtiu a chance de fugir da Toca. A maioria dos atletas fez hidroginástica numa academia na Pituba. Treino com bola só a partir de quarta (11). Quinta tem jogo-treino contra o Atlântico.