E. C. Bahia

'Muita gente no Vitória me ama', diz Marcelo Sant'Ana sobre VR3

Presidente tricolor comentou a provocação do defensor durante a comemoração do titulo de campeão baiano

Redação iBahia
09/05/2016 às 19h05

3 min de leitura
A polêmica começou nas quartas de final do Campeonato Baiano, quando a possível escalação irregular do zagueiro Victor Ramos ganhou as manchetes do jornais. O Bahia se manifestou, o Vitória respondeu, e ao fim do clássico deste domingo e a confirmação do título de campeão baiano para o Leão, o defensor aproveitou para provocar o presidente Marcelo Sant’Ana. Com uma máscara com o rosto de Marcelo chorando, Victor e outros atletas do Vitória alfinetaram o rival.

Presidente tricolor usou o bom humor para falar sobre a polêmica com o defensor do Leão 

(Foto: Divulgação/EC Bahia)

Um dia após o clássico, o presidente tricolor falou sobre assunto. Sem querer entrar em polêmica, Sant’Ana usu o bom humor e afirmou que existe um amor platônico entre os jogadores que usaram a caricatura. “Eu acho que tem muita gente no Vitória me ama. tem muita gente que pede para vir para o lado de cá, mas aí tem que respeitar. Se eles acham que isso é a melhor maneira de comemorar o título, é a individualidade de cada um. Eu prefiro, nas minhas conquistas,  comemorar com as pessoas que estão próximas a mim, que eu admiro, respeito. Isso é construir a vida de forma positiva. Se eles gostaram de colocar uma mas máscara querendo se passar por mim, acho que isso é um amor, mas um amor platônico. Esse amor não vai ser correspondido não. Mas pelo menos é amor”, brincou o presidente. Durante a coletiva no Fazendão que serviu para a presentar o zagueiro Jackson, reforço para a disputa da Série B e Copa do Brasil, Marcelo elogiou o apoio da torcia na Fonte Nova, mesmo com o time não tendo conquistado o título do Baianão. Além de Jackson, o Bahia também anunciou a contratação do meia Renato Cajá, que deve ser apresentado nesta terça-feira.

Victor Ramos relembrou polêmica na comemoração do titulo estadual e tirou onda com o presidente tricolor 

(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

“Ontem eu acredito que foi o meu melhor jogo enquanto presidente do Bahia, porque a sinergia com a torcida foi fundamental. Ontem a gente conseguiu atingir esse parâmetro que a gente tem que buscar sempre. Essa atitude, esse compromisso. Ontem a gente não jogou 100%, a gente jogou com a alma. E o torcedor cobra isso. Esse respeito, essa identificação. Quem está na arquibancada quer se sentir representado por quem está dentro de campo”, explicou Marcelo.O elenco tricolor voltou aos treinos na tarde desta segunda e já se prepara para enfrentar o América-MG, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. A partida será no estádio Independência, em Minas Gerais. No sábado (14), o Esquadrão faz sua estreia na Série B, diante do Avaí, na Arena Fonte Nova.

Correio24horas