Notícia

Súmula do Ba-Vi tem registro de socos e pontapés; confira

Agressões foram presentes durante toda a partida

Redação iBahia
09/05/2016 às 16h39

3 min de leitura
Foto:Reprodução/FBF

O clássico Ba-Vi do último domingo (08) consagrou o Vitória campeão baiano pela 28ª vez, mesmo com a derrota na partida (1 a 0 para o rival Bahia). Apesar da festa e da importância do jogo, o que chamou a atenção foi o grande número de confusões e brigas dos jogadores e comissões técnicas de ambos os times, ainda no gramado.Escalado para apitar o jogo, o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden citou todos os casos de confusões ocorridas, principalmente no jogo final do Campeonato Baiano. A súmula de Vuaden, divulgada pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), inclusive, relata socos e pontapés. Assim, os envolvidos não deverão passar em branco.Entre os citados, registra-se um soco do zagueiro tricolor Lucas Fonseca e uma tentativa de chute do lateral Diego Renan, do Vitória. Confira parte da súmula da partida:

“Expulsei aos 23 minutos de jogo o Sr. Jean Paulo Fernandes Filho goleiro reserva de nº 12 por: sair do seu reservado, em direção ao reservado da equipe EC Vitória tentando chutar um atleta adversário no momento da comemoração do gol da equipe EC Bahia. Este fato gerou um tumulto generalizado, não sendo possível identificar o atleta atingido. Expulsei também o senhor Thiago Costa Mehl, preparador de goleiros da equipe Bahia por trocar socos com o médico da equipe do EC Vitória no momento do tumulto generalizado acima citado. Expulsei aos 43 minutos do 2º tempo de jogo o atleta nº 3 Sr. Lucas Silva Fonseca da equipe EC Bahia por empurrar e em seguida desferir um soco no rosto do atleta adversário nº 26, após uma disputa de bola (atleta atingido Sr. Diego Renan Ferreira). Expulsei também aos 44 minutos do 2º tempo o sr. Jhosef Pedro Santos Barreto, reserva de nº 13, equipe EC Bahia, por sair do seu reservado trocando socos com o atleta reserva adversário nº 32 Sr. Norberto Pereira Marinho Neto.”

Em outro trecho, Vuaden relata as confusões pelo lado rubro-negro, veja:

“Expulsei aos 23 minutos de jogo o sr. Luis Felipe Daneu Fernandes médico com CRM BA 15.152 ao sair do seu reservado por, após tumulto, trocar socos com o preparador de goleiros da equipe do EC Bahia Thiago Costa Mehl. Expulsei aos 43 minutos de jogo do 2º tempo o Sr. Diego de Lima Ferreira, atleta nº 26, da equipe EC Vitória, por, após disputa de bola com o adversário, tentou atingir o mesmo com um chute. O atleta adversário de nº 3 Sr. Lucas Silva Fonseca também foi expulso. Expulsei também aos 44 minutos de jogo do 2º tempo o atleta reserva nº 32 Sr. Norberto Pereira Marinho Neto da equipe EC Vitória por sair do seu reservado trocando socos com o atleta reserva adversário nº 13, citado acima. O atleta adversário também foi expulso”.