Torcedores que irão à Copa do Catar só poderão ingerir bebida alcoólica fora dos estádios


copa agência brasil

Cervejas e outras bebidas alcoólicas não serão vendidas dentro dos estádios durante os jogos da Copa do Mundo no Catar, onde o álcool é severamente restringido. No entanto, a Fifa informou neste sábado que será permitido beber na zona do estádio antes e depois dos jogos.

A entidade deu os primeiros detalhes sobre a venda de cerveja após meses de conversas com autoridades do Estado muçulmano conservador do Golfo. A questão é importante para a FIFA, já que a fabricante de cerveja Budweiser é uma das suas patrocinadoras há três décadas, e torcedores estrangeiros também pressionam a liberação para o torneio, que ocorre entre 20 de novembro e 18 de dezembro.

O Catar previu mais de um milhão de visitantes para a Copa do Mundo. Uma fonte com conhecimento dos planos disse à AFP que as barracas de cerveja abririam em zonas ao redor dos estádios quando os portões abrirem para uma partida e fechariam 30 minutos antes do início de cada jogo.

Essa mesma fonte disse que as barracas serão reabertas por um curto período de tempo após o jogo. A FIFA não confirmou os horários, mas um porta-voz disse que se concentrou em “atender aqueles que desejam desfrutar de uma bebida alcoólica respeitando a cultura local”.

Em comunicado à AFP, o porta-voz disse que os “portadores de ingressos” terão acesso à cerveja “dentro do perímetro do estádio antes do pontapé inicial e após o apito final”.

Dentro dos estádios, apenas cerveja e refrigerantes sem álcool da Budweiser estariam disponíveis, acrescentou o porta-voz. A Coca-Cola, outro grande patrocinador, tem o direito exclusivo de vender bebidas não alcoólicas nos oito estádios que serão usados na primeira Copa do Mundo em um país muçulmano.

O álcool é um tema delicado nos estádios de todo o mundo. Na Inglaterra, a maioria dos clubes da Premier League permite a venda de cerveja dentro dos estádios, mas os torcedores não podem beber à vista do campo.

Embora o álcool não seja proibido no Catar como na vizinha Arábia Saudita, ele é vendido apenas em cerca de 35 hotéis e restaurantes internacionais. Residentes estrangeiros podem comprar álcool em lojas do governo. Beber em público é ilegal.

A empresa controladora da Budweiser, AB InBev, não comentou os planos da Fifa, mas, no passado, disse que estava procurando maneiras “respeitosas” de vender seu produto na Copa do Mundo do Catar.

Leia mais sobre Esportes em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.