Esporte

Torcida organizada do Vitória assina acordo de regularização com MP-BA; entenda

Grupo assinou TAC e deve regularizar atos constitutivos nos próximos 30 dias

Redação iBahia
24/05/2022 às 20h19

2 min de leitura
Foto: Reprodução

A torcida organizada “Grupo Leão Chopp” firmou um acordo, na última quinta-feira (19), com o Ministério Público da Bahia (MP-BA). O grupo assinou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que regulariza os atos e os membros da torcida.

Segundo o MP-BA, o documento elaborado pela promotora de Justiça Thelma Leal e assinado Pelos representantes do grupo, Everton da Hora Santos e Elton Hora Santos, prevê a regularização em até 30 dias. Os organizadores da torcida também se comprometeram a cadastrar os membros no prazo de três meses e enviar a lista à Baiana de Futebol (FBF), Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA).

Além disso, no TAC, o grupo assumiu a obrigação de se constituir em pessoa jurídica de direito privado, registrando seu estatuo em Cartório e encaminhando cópia ao clube de futebol para o qual torce, à FBF, Polícias Militar e Civil e MPBA.

Também ficou acordado que a organizada deverá manter atualizada a sua representação e encaminhar os atos de constituição de seus dirigentes e outras alterações para o clube e demais órgãos. A lista dos membros da torcida também deve ser atualizada junto ao clube e aos outros órgãos duas vezes por ano.

De acordo com a promotora de Justiça, se os atos constitutivos não forem regularizados ou a entrega do cadastro não for efetuada nos prazos estabelecidos, os integrantes da torcida organizada ficarão impedidos de adentrar aos estádios trajando ou portando instrumentos musicais e apetrechos que possam identificar a torcida até a devida regularização.

Leia mais sobre Esportes em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.