Festival da Virada

Primeiro dia de Festival da Virada tem queda de ocorrências

Não foram registradas ocorrências graves pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ou Guarda Civil Municipal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Oferecimento
A primeira noite do Festival da Virada, na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, foi marcada pela tranquilidade. Apesar do número expressivo de 250 mil pessoas presentes na Arena Daniela Mercury, não foram registradas ocorrências graves pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ou Guarda Civil Municipal. 

O módulo assistencial à saúde registrou 63 ocorrências, contra 69 ano ano passado. A maior parte dos atendimentos foi de natureza clínica (41) - enjoo, intoxicação alcoólica e cefaleia. Os outros 22 atendimentos foram: nove em ortopedia e outras 13 cirurgias de pequeno porte. 

A Guarda Civil Municipal contabilizados 86 atendimentos e 6 ocorrências no primeiro dia do evento, mas nada de natureza grave. O que cresceu significativamente foi o número de documentos perdidos - 114 itens, um aumento de 260% em relação ao ano passado. 

“Voltamos a orientar que os participantes do evento levem apenas o que for necessário, evitando grandes volumes de utensílios que não terão utilidade durante a festa. Isso minimiza as chances de se perder alto”, recomendou o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Prefeitura, Maurício Lima, Maurício Lima. 

Além disso, a Guarda identificou 1.779 crianças presentes no evento com pulseiras. Uma criança perdida foi devolvida aos pais.