Fitness

Treinamento funcional: um exercício que vale por muitos

A modalidade trabalha diferentes capacidades físicas de forma combinada

Revista ABM

O adjetivo ‘funcional’, segundo o dicionário Houaiss é definido como “algo que foi concebido e executado para ter maior eficácia nas funções que lhe são próprias; que possui eficácia, prático, utilitário”. Daí, pode-se depreender que o treinamento funcional visa melhorar a habilidade de realizar as atividades normais da vida diária com eficiência, autonomia e independência.

Dinâmica, a modalidade trabalha diferentes capacidades físicas de forma combinada. É considerado um treinamento completo para o corpo, favorecendo a força muscular, a flexibilidade, a coordenação, o equilíbrio e a capacidade cardiorrespiratória.

A reumatologista Silvia Carolina Ramos pratica a modalidade há três anos e sentiu melhoras significativas em sua vida: desde um maior condicionamento físico até a melhora na qualidade do sono e maior disposição para realizar tarefas diárias. “Eu estava muito sedentária e procurei o funcional por curiosidade. Queria praticar uma atividade física que me desse prazer, que fosse dinâmica. Eu me adaptei muito bem e a atividade contribuiu também para uma notável mudança estética no meu corpo”, conta.
Foto: revista ABM
Ela destaca que a atividade, apesar de ser aeróbica e exigir força muscular, é permitida a pessoas de diversas idades, uma vez que o treino, além de dinâmico, é motivacional, e os exercícios são praticados de forma integrada, respeitando os limites de cada um. Exatamente por isso é importante ter o acompanhamento de profissional capacitado para orientar corretamente a prática dos exercícios. “É fundamental realizar uma atividade física regularmente, mas tem que ficar atento a modalidades que atendam e respeitem suas necessidades físicas”, alerta a médica.

O treino funcional também é bastante procurado por quem já pratica alguma atividade e busca maior fortalecimento muscular.  É o caso da cardiologista Fernanda Lins, praticante de corrida de rua e que, recentemente, fez sua primeira corrida em trilha, o que exige maior condicionamento físico.

“Comecei a praticar há seis meses, para intensificar minha atividade muscular, e foi fundamental para me preparar para o tipo de terreno que eu percorri na trilha. Além disso, depois do funcional senti uma melhora significativa em vários aspectos. Desde a perda de peso até uma melhor disposição para o dia a dia. A atividade também me ajuda no aspecto emocional, para aliviar o estresse diário”, pontua.

Treino Pesado


Foto: reprodução
A rotina da radiologista Fernanda Gonzalez também mudou com a chegada do treinamento funcional à sua vida. Acostumada a praticar atividade física desde cedo, na faculdade teve contato com o boxe, gostou bastante e passou a se interessar e praticar o Muay Thai, arte marcial tailandesa também conhecida como Thai Boxe ou Boxe Tailandês. Por ser um método de combate corpo a corpo, muitos o consideram agressivo, mas é um treino que trabalha quase todos os membros do corpo, além de focar na flexibilidade e na agilidade.

Fernanda considera essa técnica fascinante e excelente, principalmente para as mulheres. “É uma atividade que possibilita associar, em um único treino, exercícios direcionados para membros inferiores e superiores, com ótimos resultados, além de ensinar algumas técnicas de defesa pessoal”, explica.

Há três anos, resolveu incorporar o treino funcional ao Muay Thai, sob a orientação de um profissional capacitado, que prepara aulas dinâmicas e muito bem planejadas. Dessa forma, com o funcional ela intensifica a capacidade cardiovascular e a força muscular, enquanto o Muay Thai lhe concede  velocidade e força.

“Sem dúvida, aliando as duas atividades melhorei muito meu condicionamento físico. Perdi peso, consegui definição muscular e melhorei também minha capacidade de concentração, minha agilidade e minha coordenação motora. Sem falar na rotina diária, que melhorou também depois que criei o hábito de treinar logo cedo, o que me dá uma sensação de dever cumprido e me deixa mais animada para começar o dia. Além disso, é uma ótima forma de descarregar as tensões”, indica.



Mas como qualquer atividade física, a médica aconselha que antes de partir para um treinamento dessa modalidade é essencial a orientação e o acompanhamento de um profissional capacitado e cuidadoso, para evitar lesões.