E. C. Bahia

Baiano é passado: Bahia encara hoje o América-MG pela Copa do Bra

América do técnico Givanildo Oliveira foi campeão mineiro e é perigoso, principalmente no Independência

Redação iBahia
11/05/2016 às 8h41

3 min de leitura
Passou. O que tinha que reclamar e protestar, já foi feito. Pênalti a mais ou a menos nas finais, o estadual é passado. Precisa ser. Hoje, o Bahia tem uma pedreira pela frente: o América Mineiro, às 21h45, no estádio Independência, em Belo Horizonte, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Quem ainda não superou a perda do tricampeonato, que faça logo.

O saudoso compositor Paulo Vanzolini pode servir de inspiração: “Reconhece a queda e não desanima. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”. O problema é que alguns atletas ainda estão com a tal poeira atrapalhando o sono. “Minha sinusite está atacada porque estou dormindo pouco, revendo o lance a toda hora e não acredito que ele (o árbitro Leandro Vuaden) não deu aquele pênalti. Não estou conseguindo dormir”, revelou Henrique.
O atacante sofreu um pênalti no Ba-Vi do último domingo, não marcado pelo árbitro. O Bahia vencia por 1×0 e faltava mais um golzinho para conquistar o título. Mesmo demonstrando não ter superado o lance polêmico, Henrique assegura que não pode mais pensar no Baiano. “Agora é esquecer tudo e focar no América Mineiro”, resume. 
Jogar com a ressaca do estadual contra o  América do técnico Givanildo Oliveira é perigoso, principalmente no Independência. A última vez que o Coelho perdeu na sua toca foi no dia 15 de agosto do ano passado, contra o Botafogo, por 2×1, pela Série B. De lá para cá, foram 12 jogos, com dez triunfos e dois empates. Este ano, o um empate e sete triunfos.
Apesar da força do adversário em casa, o Bahia mostra equilíbrio quando visita o alviverde mineiro. Tricolor e Coelho já se cruzaram em duas edições da Copa do Brasil. Em 1997, Bahia empatou por 1×1, em Minas, e venceu por 2×0, na Fonte Nova. Em 2014, novo empate por 1×1, fora, e triunfo tricolor por 2×1 na volta.
Se o Bahia vencer por dois gols de diferença hoje, elimina o jogo de volta, dia 18, e se classifica para pegar Flamengo ou Fortaleza na terceira fase.
Correio24horas