Marquinhos muda o time e escala Hugo no lugar de Rafael Gladiador


A estreia do Bahia na Copa do Nordeste será no dia 19, às 16h,contra o CSA, em Alagoas. Pouco tempo e, por isso, o técnico Marquinhos Santos já segue fazendo experiências na equipe considerada titular. A novidade desta vez ficou por conta da entrada do veloz Hugo no lugar do centroavante Rafael Gladiador.

Outro que ganhou vaga foi Diego Felipe. Fahel, com isso, treinou no time reserva. No coletivo, os titulares foram: Marcelo Lomba, Galhardo, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Diego Felipe, Rafael Miranda, Anderson Talisca e Branquinho; Rhayner e Hugo. Marquinhos Santos já deu a entender que pretende atuar com poucos marcadores.

“Gosto de jogar com dois volantes. No Coritiba, escalei o time algumas vezes com apenas um volante. Minha filosofia é ofensiva. O Bahia tem que jogar de igual para igual, seja com quem for. Tenho uma ideia ofensiva e compacta”, disse o técnico. O volante Hélder e o atacante Rafinha não participaram da atividade combola. Ambos seguem em fase de recondicionamento físico. Além deles, outros quatro recém-contratados ainda irão se incorporar ao elenco nos próximos dias: o lateral-esquerdo Guilherme Santos, o volante Pittoni, o meia Emanuel Biancucchi e o irmão dele, Maxi Biancucchi. Os dois últimos serão apresentados segunda.
Animado  – Rafinha, envolvido na troca de Feijão com o Flamengo, espera conquistar o torcedor do Bahia. “Sou um jogador que vem para somar e honrar a camisa do Bahia. Espero dar o meu melhor sempre em busca das vitórias. Pode esperar empenho e vontade”, deu o recado.
Insistência retada – Marcelo Guimarães Filho entra com outra ação; vice-presidente rebate O ex-presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, não desiste de voltar à presidência do clube. Ontem, às 16h, o dirigente destituído entrou com ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, na tentativa de anular o processo de intervenção e as eleições no tricolor. O STJ está de recesso, mas, apesar disso, o ministro Sidnei Agostinho Beneti pode acatar ou não o pedido. “Ele devia tentar as eleições diretas, em dezembro. É a via democrática”, cutucou o vice-presidente Valton Pessoa.